Como diferenciar cansaço de Síndrome de Bournout?

Síndrome de Bournout é gerada pela insatisfação das pessoas com o trabalho, por uma série de motivos.

27/11/23 às 21:15
por: Gabriel Kazuo
Como Diferenciar Cansaço De Síndrome De Bournout
Síndrome De Bournout.

Sempre que trabalhamos no nosso dia-a-dia, sempre terminamos o expediente muito cansados e exaustos. Mas, até que ponto este cansaço é algo ”natural” do nosso corpo, e quando isso se torna algo mais grave, que é a Síndrome de Bornout?

Primeiramente, é importante dizer que a Síndrome de Bournout está relacionada mais com o estresse do que o cansaço, e até mesmo pais e mães podem sofrer desta doença, que se não tratada pode evoluir para casos graves de depressão.

Outra diferença é que a Síndrome de Bournout é gerada pela insatisfação das pessoas com o trabalho, por uma série de motivos, o que faz com que elas questionem se elas devem continuar trabalhando ou não.

Bournout também pode afetar pais e mães

Além do trabalho, a Ciência também descobriu que os casos de Bournout também cresceram muito em pais e mães jovens, que não tem tempo de cuidar dos filhos.

Assim como os sintomas clássicos causado pelo excesso de trabalho, a Síndrome de Bournout Parental, como é popularmente chamada, faz com que muitos pais se questionem sobre se deveriam ser pais ou mães, por conta do estresse gerado, e sem tratamento, isso pode evoluir para um quadro grave de violência doméstica.

Mas, como diferenciar se estou cansado de estou estressado?

Segundo os médicos ouvidos pelo Correio do Interior, o cansaço e o estresse são sensações comuns para quem trabalha ou cuida dos filhos, mas existem algumas ”sutilezas” que os definem:

Em primeiro lugar, o cansaço pode ser facilmente superado, seja adotando medidas de relaxamento ou deixando um tempo maior para si.

Já o estresse à algo maior, pois é uma questão psicológica, que impede com que você consiga atingir o relaxamento, pois você não consegue ”deixar de pensar” nos problemas que te afligem.

Sobretudo, o cansaço é algo passageiro e é algo facilmente controlável. Pessoas estressadas tem maior propensão a se questionarem se o que estão fazendo é realmente o correto.

E como saber se estou cansado ou desmotivado?

Independentemente se você estiver motivado ou não, o cansaço sempre existirá em sua vida, mesmo que seja um dia positivo de trabalho.

Tudo depende se você se sente feliz ou não a realizar essas tarefas. Se você estiver exausto, mas satisfeito com o que fez, é sinal de que você está penas cansado do trabalho.

No entanto, a partir do momento em que este esforço gera dúvidas ou insatisfações, ou se você começar a perceber que nada do que você está fazendo faz sentido ou se você começar a perder o interesse em trabalhar, aí, sim, é sinal de que você está desmotivado.

E o que fazer?

A principal dica neste caso é procurar atendimento psicológico quanto antes, ou caso você estiver insatisfeito no trabalho, peça demissão.

Além disso, procure ser mais produtivo e otimize o seu tempo para que você possa equilibrar suas obrigações com momentos de lazer.

Por fim, seja uma pessoa mais positiva e procure sempre apoio de outras pessoas, para que você não fique emocionalmente esgotado ou cansado.