Sorocaba e Jundiaí estão entre as cidades que melhor tratam esgoto no Brasil

26/03/24 às 12:06
por: Gabriel Kazuo
Sorocaba E Jundiaí Estão Entre As Cidades Que Melhor Tratam Esgoto No Brasil

As cidades de Sorocaba e Jundiaí, no interior de São Paulo, estão no top 20 de cidades que melhor realizam saneamento básico do Brasil, conforme o Ranking Trata Brasil 2024, divulgado nesta semana.

Segundo o Instituto, o Ranking foi feito com cidades de no mínimo 500 mil habitantes, o que coloca municípios como São Roque, Alumínio, Mairinque entre outros de fora, e foram analisados 9 critérios:

  • Atendimento Total de Água (ITA)- Que mostra a porcentagem de pessoas que recebem água tratada em suas casas;
  • Atendimento Total de Esgoto- Mostra a porcentagem de pessoas que estão com o sistema de esgoto tratado em suas casas;
  • Tratamento Total de Esgoto- Calcula a porcentagem de esgoto tratado para cada litro de água consumida;
  • Investimento Total por habitante (IITH)- Indica o investimento de cada Prefeitura com Saneamento Básico per capita;
  • Investimento do Prestador por habitante (IIPH)- Calcula o quanto cada autarquia que fornece tratamento de água e esgoto investiu per capita;
  • Perdas no Faturamento (IPF)- Mostra o quanto a autarquia de água perdeu de lucro com cortes de fornecimento de água e esgoto ou com problemas no fornecimento destes;
  • Perdas na Distribuição (IPD)- É a razão entre a água tratada na autarquia com a água que chega na casa do consumidor;
  • Perdas de Ligação (IPL)- Revela a porcentagem de água jogada fora ou não distribuída quando há falhas na distribuição de água ou cortes no fornecimento.

Vale destacar que o critério de desempate do ranking é a nota do ITA, o Atendimento Total de Água.

Melhores cidades que tratam esgoto no interior de SP

Primeiramente, vale destacar que a líder deste ranking é a cidade paranaense de Maringá, que lidera os 9 critérios com a pontuação máxima, e foi uma das que mais melhorou sua posição no Ranking, já que no ano passado, a cidade paranaense ficou apenas em 13⁠º lugar.

Confira a posição das cidades paulistas no Ranking:

CIDADEITAITEITRIITHIIIPHIPFIPD IPL
2⁠ºSão José do Rio Preto10010101010101010
3⁠ºCampinas99,610101010101010
4⁠º Limeira97,0210101010101010
8⁠ºSantos98,3010108,588,5810107,44
11⁠ºJundiaí99,6310108,588,58107,845,79
12⁠ºPraia Grande96,799,179,071010107,667,87
15⁠ºFranca96,9510106,976,97109,6910
20⁠ºPiracicaba100101010104,804,844,31
24⁠ºTaubaté92,7810106,686,68108,4310
25⁠ºSorocaba98,5110107,477,478,796,987,34
Fonte: Ranking Trata Brasil 2024

Análise:

Dentre as 10 cidades paulistas no Ranking, a melhor delas é São José do Rio Preto, que aparece em 2⁠º lugar, e está praticamente empatada com Maringá, perdendo apenas em alguns critérios de desempate. Vale destacar que a cidade foi eleita a melhor em Saneamento Básico no ano passado.

Outra cidade que teve crescimento avassalador foi Campinas, que em 2023 nem aparecia no top 20 de melhores cidades, e que neste ano de 2024 conquistou o terceiro lugar nacional, com melhoras significativas em 8 dos 9 critérios, perdendo apenas por 0,4 décimos no Índice de Atendimento Total de Água (ITA) para os líderes.

Em quarto lugar no ranking nacional, aparece Limeira, cidade vizinha de Campinas, com 97,02 de nota no ITA, melhorando uma posição em relação ao ano passado, e também com nota 10 nos demais indicadores.

Eleita a segunda melhor cidade do Brasil em Saneamento Básico, Santos, no litoral paulista, teve a maior queda dentre as cidades paulistas, ficando apenas em 8⁠º lugar com a nota mais baixa sendo o IPL, o Índice de Perdas de Ligação, que revela que o município perdeu boa parte da água tratada com cortes de fornecimento e obras.

Outra cidade que sofreu com problemas de perda de água com obras foi Jundiaí, que mesmo ficando em 11⁠º lugar no ranking, perdeu muitos pontos justamente nos 2 últimos quesitos, por conta do desabastecimento de água que a cidade enfrentou no final do ano passado, por conta da forte tempestade que atingiu o município após uma forte onda de calor.

Mais um destaque negativo é a cidade de Franca, que figurou no top-10 de melhores cidades com saneamento no ano passado e hoje figura apenas em 15⁠º lugar, com notas baixas nos quesitos de investimento da autarquia e da Prefeitura com saneamento (IITH e IIPH).

Piracicaba também teve uma queda muito grande, de 6⁠º em 2023 para 20⁠º em 2024, por conta da mesma tempestade que atingiu Jundiaí e que prejudicou o fornecimento de água no município por semanas. A mesma situação ocorreu em Sorocaba, o que fez com que a cidade ficasse em 25⁠º lugar.