Frentista que foi trabalhar com calça rasgada vira caso de Polícia

Um frentista de uma rede de postos de combustível de uma marca famosa, deve prestar depoimento para Polícia Civil, após usar uma calça rasgada para trabalhar e mostrar as partes íntimas para uma cliente.

O caso aconteceu na cidade de Ribeirão Preto, cidade da região nordeste de São Paulo. Especificamente a situação aconteceu na Avenida Capitão Salomão, conforme informações do boletim de ocorrência registrado na manhã de domingo (17).

O cliente que registro o caso na Polícia e que agora será apurado, disse que o frentista estava com uma calça rasgada na parte da frente que as partes íntimas do frentista estava nitidamente visível. Essa situação foi percebida quando ele foi pagar o bastecimento do seu carro.

O cliente questionou o frentista sobre estar “mostrando demais” suas partes íntimas. Em resposta, ele disse que saiu de casa com presa e acabou pegando uma calça que tinha uma abertura para suas partes íntimas, sem perceber.

Em justificativa, o homem disse que sobretudo tinha uma cueca na mochila e que iria colocar juntamente com a calça rasgada, mas não teve tempo em meio ao grande volume de atendimento. O frentista, entretanto, pediu desculpas a mulher.

O caso foi registrado na delegacia central de Ribeirão Preto.