Trabalhador que teve perna esmagada em obra em São Roque teve que realizar amputação

O trabalhador que aparece em um vídeo sendo socorrido após ter uma perna esmagada por uma viga de concerto em uma obra de duplicação da Raposo Tavares em São Roque, interior de São Paulo, passou por uma cirurgia.

Douglas Adenaldo César, disse em entrevista ao Jornal Correio do Interior na tarde de terça-feira (05), que em todo momento do acidente ficou consciente, até o momento de ir para o hospital e ter que amputar a perna.

O acidente de trabalho aconteceu no momento, no quilômetro 63, na tarde de sábado (02). Douglas acompanhava, juntamente com demais colegas de trabalho, a colocação de viga de concerto, que pesa 4 toneladas, na rodovia. A viga extremamente pesada só pode ser manuseada com auxílio de um braço articulado de um caminhão guincho. No momento em que a viga estava sendo colocada na rodovia, tombou e atingiu as pernas de Douglas.

Demais trabalhadores da empresa responsável pela obra, Neopav, assustados com o acidente, logo deram início dos primeiros socorros a Douglas, que em suma recebeu foi levado ao hospital pouco mais de 25 minutos por agentes da CCR.

Ele de imediato foi levado para Unimed de São Roque, por ter convênio fornecido pela empresa, e passou por uma cirurgia que durou cerca de 2 horas para amputação da perna.

O Jornal Correio do Interior tentou contato coma direção da Neopav para comentar sobre a situação do acidente, mas a empresa não respondeu aos e-mails. Douglas, entretanto, destacou que está recebendo todo suporte da empresa.