Polícia apura desaparecimento de mulher em Mairinque após ir baile

Em Mairinque não se fala em outra coisa a não ser sobre o caso de uma mulher, moradora de Alumínio, que desapareceu após ir em um baile, no Rancho do Baiano. O local fica próximo do quilômetro 67 da Rodovia Raposo Tavares.

Telma Amelia Santos, foi ao popular baile do Rancho do baiano na noite de sábado, 5 de agosto e deveria voltar para casa no mesmo dia, conforme ela mesmo informou ao filho, dizendo que às 23 horas estaria em casa. As horas de passaram e Telma Amelia Santos, não voltou para casa.

Após se passarem 24 horas sem notícias da mãe, o filho de Telma, Rafael Neves, usou as redes sociais para comunicar o então desaparecimento da mãe.

Ao Jornal Correio do Interior, Rafael disse que ele mesmo deixou a mãe no local e que ela estava vestida com uma calça jeans azul-escura, uma bota e uma blusa de frio vinho.

Polícia apura desaparecimento

O desaparecimento de Telma foi registrado em boletim de ocorrência na delegacia de Mairinque. A direção do Rancho do baiano, informou ao Jornal Correio do Interior que encaminhou para Polícia, imagens do circuito de monitoramento do estabelecimento, que possam assim ajudar os agentes nas investigações.

A direção do rancho, sobretudo, disse que Telma frequentemente vai aos bailes do estabelecimento e que afirmou que Telma desapareceu fora das dependências do rancho. Além disso, rebateu criticas sobre a má fama do local, que divide opiniões sobre ser um local que há presença de menores de idade que fazem consumo de bebidas alcoólicas e drogas, bem como ser um lugar temido por histórico de brigas.

Imagens em posto de combustível

A Polícia Civil já sabe também que após sair do Rancho do baiano, Telma, a princípio, esteve em um posto de combustível próximo ao rancho. O delegado Expedito Alves, já solicitou imagens de câmeras de segurança do posto, sendo o posto do mané.