Pediatra é preso suspeito de estuprar menina de 11 anos em Sorocaba

Um médico que atendia pacientes na UPH – Unidade pré-hospitalar de Sorocaba, interior de São Paulo, foi preso pela Polícia Civil, especificamente por agentes da DDM – Delegacia de Defesa da Mulher, suspeito de estuprar uma menina de 11 anos

A prisão aconteceu madrugada de domingo para segunda-feira (25).

Sobretudo, ele foi liberado em audiência de custódia poucas horas após ter sido preso, conforme informado pela DDM de Sorocaba, sob coordenação da delegada Alessandra Reis Silveira.

A mãe da criança foi até a delegacia pela madrugada denunciar o médico por estupro. Aos agentes polícias ela disse que o médico pediatra, Filipe Alexandre Lauand Chaves, tocou as marte intimas de seu filho.

O Jornal Correio do Interior tentou contato com Felipe, bem como com seu advogado, mas nenhum deles foi localizado.

Brevemente a Secretaria de Saúde Municipal de Sorocaba informou que o médico será afastado em meio ao processo de investigação da Polícia. Já o CREMESP – Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo disse que até o momento não recebeu nenhuma denúncia sobre o caso.

Se for comprovado o estupro, o CREMESP pode perder o registro profissional, o conhecido CRM.