Globo quer encontrar assassino mais procurado de São Roque

Na quinta-feira (04), a TV Globo estreou a mais nova versão do programa true crimes – Linha Direta, que fala sobre casos de crimes reais. O programa que fez grande sucesso nos anos 2000 voltou à programação da emissora após 15 anos.
Nos anos 2000 Domingos Meirelles apresentou o programa.

Contudo, nesta nova versão, o jornalista Pedro Bial é quem apresenta o Linha Direta em 2003.

Sobretudo na estreia, o programa falou do caso Eloá Pimentel, bem como toda a repercussão que o caso teve na imprensa, a atração conquistou uma boa repercussão nas redes sociais ficando entre os assuntos mais comentados do momento.

O programa garantiu bons pontos de audiência para a TV Globo. A Globo teve uma elevação de audiência em 32% na Grande São Paulo, de acordo com dados preliminares do Kantar Ibope. O programa rendeu mais audiência maior do que o “Lady Night”, exibido anteriomente no mesmo no horário.

Com a estreia, a TV Globo conseguiu abrir uma vantagem de 95% sobre o SBT, que ficou na vice-liderança do horário com 6,1 pontos de média. Já a diferença contra a Record TV chegou a 284%, uma vez que a emissora de Edir Macedo não conseguiu ir além dos 3,1 pontos.

Globo fez apelo para encontrar assassino mais procurado de São Roque

Ao final do programa, em que relembravam o caso Eloá, a Globo fez um apelo para seus milhares de telespectadores. Brevemente, a Globo mostrou o caso de Letícia Tanzi, jovem de 13 anos que foi assassinada pelo pai em São Roque, interior de São Paulo, no dia 3 de outubro de 2018.

Desde que o crime ocorreu, há 5 anos, Horácio Nazareno Lucas, pai de Letícia, segue foragido. A Polícia Civil colocou Horácio na lista de criminosos mais procurados do Estado de São Paulo em em junho de 2021. Contudo, a TV Globo fez um apelo para que as pessoas ajudem a Polícia a encontrá-lo, e assim prendê-lo.

Vale lembrar, que Horácio Nazareno Lucas matou a filha após deixar a cadeia, ele estava preso sob acusação de ter estuprado a filha.

Leticia Tanzi-São Roque-Pai-Horacio Nazareno Lucas
Leticia Tanzi Tinha 13 Anos. Foto: Arquivo Pessoal.

Letícia foi morta a facadas dentro de casa horas depois de o pai ter deixado a prisão. Ao sair da penitenciária, com o benefício de recorrer da acusação de estupro em liberdade, Horácio foi para casa tentar convencer a adolescente a retirar a denúncia. Leticia não disse que não iria retirar a denuncia, e assim foi esfaqueada várias vezes por seu pai.

Em suma, a Globo pediu para que as pessoas passem possíveis informações que possam levar a Polícia a prendê-lo, pelo disque denúncia 181.