Filho de turista que morreu no Ski Park teve o rosto desfigurado

Luciana Morgado Cerri Teixeira, de 42 anos,  turista que morreu no Ski Park, em São Roque, será sepultada nesta segunda-feira (10). Liciana será sepultada às 14h no Cemitério Parque das Acácias, em Campinas, cidade onde a vítima morava e trabalhava como professora em um colégio.

A professora morreu após bater com a cabeça durante o percurso de um tobogã gigante no Ski Mountain Park, na manhã de sábado (08). Sobretudo, Luciana chegou a ser socorrida por monitores e demais funcionários do parque. Porém ela não resistiu e morreu.

De acordo com informações, ela teve uma parada cardiorrespiratória ao ser levada ao Hospital local – Santa Casa de São Roque. Contudo, ele desceu no tobogã com o filho de 7 anos no colo. 

O filho de Luciana, teve lesões no rosto está internado no Hospital São Francisco. Não há detalhes sobre o estado de saúde dele.

A principal testemunha do ocorrido, a turista Janine Janieri, que mora em Jundiaí, disse que socorreu o filho da professora, e que ele estava com o rosto desfigurado.

“Ele perguntava o que iria acontecer… se ele iria ter que levar pontos no rosto, e mãe dele estava desacordada após bater com a cabeça na grade”

O acidente 

Luciana Morgado Cerri Teixeira  decidiu descer no tobogã com o filho.

O brinquedo tem pouco mais de  350 metros de extensão,  com ou sem obstáculos e ao final de seu percurso tem uma grade de proteção lateral. Contudo, a turista com o filho bateu a cabeça na grade ao final do percurso em alta velocidade.

Todavia, os turistas que optam por usar só o tobogã gigante, pagam R$ 15 no ingresso. 

Funcionários despreparados 

Janini ainda disse que percebeu que os funcionários do Ski Park não tinha preparo algum para atender a turista vítima do incidente. 

“Que despreparo, que feio o nível de despreparo por um atendimento tem essa Ski Park em São Roque. Eu não vou me calar não, não vou permitir que outras coisas dessas aconteçam”, disse Janine nas redes sociais.

Outros acidentes…

Com a repercussão do ocorrido, muitas pessoas passaram a relatar nas redes sociais, que já sofreram acidentes no mesmo brinquedo. Em dos casos, um turista que esteve no Ski Park recentemente, disse que sua filha sofreu uma fratura no dedo da mão ao descer do brinquedo. Contudo, o turista que pediu para não ser identificado nesta matéria, disse que a direção do Ski Park não prestou ajuda.

Além disso, ele disse que os monitores do parque, a maior parte deles freelancer sem muito preparo, disseram que é normal pequenos acidentes no parque.

Turista morreu no Ski Park em 2011

Em 2011, um jovem de 15 anos que tinha costume de sempre ir ao Ski Mountain Park morreu após sofrer uma queda em uma pista de ciclismo. O jovem bateu a cabeça em um dos percursos na pista, e morreu de modo imediato.

Na época, o Ski Park informou que o jovem usava todos equipamentos de proteção individual na pista de ciclismo. Além disso, a direção do parque também destacou que a pista, bem como todos seus brinquedos seguem normas de segurança internacional. 

Investigação do acidente no Ski Park 

Nesta segunda-feira (10), agentes da Polícia Civil da Delegacia Seccional de Sorocaba, deram início à investigação do ocorrido. O delegado do caso, José Urban Filho, disse brevemente ao Jornal Correio do Interior, que neste primeiro momento deve ouvir todos os funcionários do Ski Park. 

Sobretudo, a Polícia Civil não informou o número de pessoas que devem prestar depoimento. Contudo, a Polícia também deve ouvir até mesmo alguns turistas que estavam no parque e monitores do brinquedo tobogã.

Além disso, fiscais do CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo, também coletaram informações do parque a respeito da projeção e construção do brinquedo. 

José Urban Filho destaca que vai reunir diversos elementos e informações em meio a morte da turista. 

Direção do Ski Park comunicou fechamento  

Após o ocorrido, no sábado (08), a direção do Ski Park de imediato ao saber da morte da turista fechou o parque. 

A direação so Ski Parque também fez um comunicado de luto nas redes sociais do parque. O comunicado dizia que o parque ficaria durante o fim de semana. Porém, com as investigações do incidente, estima-se que o parque fique fechado por mais de 1 mês.