PUBLICIDADE

WhatsApp quer proibir menores de 13 anos de usarem app

Redação

10 de março de 2020
Atualização:10 mar 2020 às 6:05

O aplicativo de mensagens WhatsApp começará a bloquear contas em todo o mundo que estão em desacordo com os ‘termos de serviço’ da plataforma.

Usuários, menores de 13 anos,  devem ser banidos do app em breve. Com a medida, o aplicativo busca cumprir requisitos internacionais

“Se você reside em qualquer outro país, e não nos países pertencentes à Região Europeia, você deve ter pelo menos 13 anos (ou mais, se for exigido em seu país) para se cadastrar e usar”, já estabelece a regra atual.

No entanto, nenhuma medida de fiscalização é adotada pelo aplicativo atualmente. Entretanto, isso deve mudar com um novo recurso de segurança.

Contudo, ainda não se sabe exatamente como o aplicativo aplicará a regra, como revelado pelo site especializado WABetaInfo.

Como usar o recurso de chamadas em espera do WhatsApp?

Se você receber uma chamada do WhatsApp enquanto estiver em outra chamada de voz ou de vídeo do app, receberá uma notificação conforme o tipo de chamada e poderá escolher entre atendê-la ou recusá-la.

Isso não interromperá a chamada que já está em andamento, como revelado pelo blog oficial do app. Você poderá selecionar uma das seguintes opções:

Encerrar e aceitar: para encerrar a chamada que está em andamento e aceitar a chamada recebida.

Recusar: para recusar a chamada recebida e permanecer na chamada que está em andamento.

Se alguém fizer uma chamada telefônica para você

Se você receber uma chamada de um número de telefone fixo ou celular enquanto estiver em uma chamada de voz ou de vídeo do WhatsApp, você poderá selecionar uma das seguintes opções:

Aceitar: para encerrar a chamada que está em andamento e aceitar a chamada recebida.

Recusar: para recusar a chamada recebida e permanecer na chamada que está em andamento.
Filtrar chamada: para que o Google Assistente filtre a chamada e pergunte quem está ligando e o motivo.

Sobre Redação

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e checam informações dos fatos diariamente noticiados no jornal

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *