×
☰menu
PUBLICIDADE

Você sabe por que o queijo com goiabada se chama Romeu e Julieta

Gabriel Kazuo

2 de agosto de 2021
Atualização:22 dez 2021 às 15:20

Você já ouviu falar do doce Romeu e Julieta? Muito provavelmente sim, pois é uma das iguarias doces mais conhecidas do Brasil, que é a mistura de queijo e goiabada.

Essa combinação surgiu ainda nos tempos do Brasil Império. Mas, por que o nome Romeu e Julieta?

Se você estiver pensando que o nome Romeu e Julieta for uma homenagem à obra do escritor Wiliam Shakespeare, a resposta deve surpreender. Apesar da combinação entre o queijo (Romeu) e Julieta (goiabada) ser do século XVIII, o nome dado ao doce foi no século XX apenas.

Tudo começou com uma campanha publicitária da Turma da Mônica, para promover a marca de goiabadas patrocinada, onde o logotipo era uma imagem da Mônica como Julieta, e do Cebolinha como Romeu.

Como o gibi era uma das tendências do momento, a goiabada da Mônica vestida de Julieta foi um sucesso de vendas, e o público passou a associar a personagem de Shakespeare com a Goiabada, dando origem ao nome do doce.

A história por trás do Romeu e Julieta

O doce é de origem portuguesa, e assim como o quindim, o pastel de Belém e a queijadinha, se incorporou rapidamente à gastronomia brasileira.

Da mesma forma, o queijo, de origem francesa, também foi trazido pelos colonizadores até o Brasil.

A única parte da combinação que é 100% nacional é a goiabada, já que a goiaba é uma fruta típica do Brasil. Como não poderia deixar de ser, e da mesma forma que aconteceu com o café com leite, os dois protagonistas na produção desses dois produtos eram, na época, São Paulo (plantação de goiabeiras) e  Minas Gerais (produção de laticínios), fato que se estende até os dias atuais.

Inclusive, foi justamente em Minas Gerais que a iguaria nasceu, usando o queijo artesanal que era feito nas fazendas de gado do Estado.

E é justamente o queijo Minas que melhor harmoniza com a Goiabada, por ser salgado, e levemente ácido.

Já a Goiabada é feito das goiabas, e é uma ótima forma de se aproveitar a fruta, já que ela não é tão consumida no Brasil.

Assim como a bananada, o modo de preparo é deixar a fruta em uma conserva com açúcar, podendo deixá-la dura (Goiabada Cascão), ou mole.

O Romeu e Julieta pode ainda ser receita para bolos e outros doces, ou servir como refeição no café-da manhã, junto com o pão francês. Além disso, passar goiabada no pão-de-queijo também é uma perfeita combinação.

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *