Variante Delta da Covid está circulando em São Roque
PUBLICIDADE

Variante Delta da Covid está circulando em São Roque

Igor Juan

4 de setembro de 2021
Atualização:04 set 2021 às 7:24

A Prefeitura de São Roque, no interior de São Paulo informou na noite de quinta-feira 2 de setembro por meio de uma transmissão ao vivo pela internet, que o setor de saúde da cidade identificou a presença da variante da Covid-19 / Delta no município e que quatro pessoas inicialmente foram contaminadas com o vírus letal.

As pessoas contaminadas são moradores do Distrito de São João Novo e um do Distrito de Maylasky, área localizada fora do zona urbana de São Roque.

No bairro de São João Novo as duas pessoas são da mesma família.

O Prefeito reforçou que a cidade não tem previsão de restrição para o comércio e nem outras medidas de transição de fase, e ressalta para a população continuar tomando todos os cuidados necessários de distanciamento social e ações de saúde.

Variante Delta da Covid- 19

A variante delta do coronavírus já corresponde a 69,7% das amostras analisadas na cidade de São Paulo, segundo balanço divulgado pela prefeitura da capital nesta quinta-feira (1º). O dado é referente a casos confirmados da doença entre os dias 15 e 21 de agosto.

A variante delta identificada primeiramente na Índia, em outubro de 2020, se espalhou rapidamente pelo mundo e é um dos principais motivos do aumento do número de casos da pandemia da covid-19, mesmo em países onde a vacinação está avançada.

Embora a linhagem seja altamente transmissível, a comunidade científica afirma que a maioria dos pacientes infectados com ela, apresenta sintomas leves parecidos até com uma gripe comum ou crise alérgica. As principais queixas são de dores de cabeça e de garganta, febre e coriza. 

Imunizada com duas vacinas, mulher morre no interior de SP, após ser contaminada com variante Delta

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, confirmou na terça-feira 31 de agosto a primeira morte provocada pela variante da Covid-19 – Delta no estado. A morte foi registrada em Piracicaba, interior paulista.

Já vacinada com duas doses do imunizante Coronavac, a vítima é uma mulher de 74 anos, com comorbidade.

O óbito foi revelado na última segunda-feira pela Vigilância Epidemiológica de Piracicaba mas somente nesta terça a informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do estado. De acordo com a secretaria municipal da Saúde de Piracicaba, a vítima é uma mulher de 74 anos, com comorbidade, já vacinada com duas doses do imunizante Coronavac.

Estudos apontam que a variante é muito mais transmissível e tem maior probabilidade de atacar o sistema imunológico, responsável pelas defesas do nosso organismo.

A variante Delta originalmente foi detectada na Índia, e logo passou a surgir em em mais de 90 países.

Principais sintomas: Dor de cabeça, seguidos de coriza, dor de garganta e febre.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *