Matrículas do SISU começa dia 21 de janeiro, ao todo são 237 mil vagas pelo país

Gabriel Kazuo - Correio do Interior

14/01/2020 l Atualização 15/01/2020 às 8:48

Serão 237 mil vagas ofertadas, em 128 instituições de ensino pelo Brasil

A partir da próxima terça-feira (21), até o dia 24 de janeiro, uma sexta-feira, os jovens que prestaram o ENEM no ano passado podem se matricular no Sistema de Seleção Unificada, mais conhecido como SISU. São 237.128 vagas em 128 instituições de todo o país.

A inscrição só pode ser feita via internet, por meio da nota do ENEM, que será divulgada nesta sexta-feira (17). Os alunos podem se inscrever somente em 2 instituições de ensino e conquistarão a vaga, aqueles que possuírem as melhores notas do ENEM. No próprio site da instituição o candidato pode encontrar os cursos da universidade que deseja entrar.

Vale lembrar que o SISU altera o ranking de classificação dos alunos uma vez por dia, ou seja, é importante que o candidato esteja atento até o último dia da inscrição, para saber se conquistou a vaga, ou não, por exemplo: se um aluno que conquistou uma nota 900 no ENEM e estiver na primeira colocação no dia 21, pode ser que perca posições (ou até mesmo a vaga), se  no dia seguinte aparecerem alunos com notas maiores disputando as vagas no mesmo curso. Lembrando que há a possibilidade do aluno optar por se inscrever em outros cursos extras, caso não consiga ser aprovado nas duas opções selecionadas.

A primeira chamada acontecerá no dia 28 de janeiro, onde os melhores colocados já poderão fazer a matrícula nas instituições de ensino que foram aprovados. Os demais candidatos entrarão numa lista de espera e podem ter uma chance de vaga apenas em Maio. Vale lembrar que, caso o aluno passe nos dois cursos selecionados, ele pode escolher em qual opção ele deseja cursar.

Outro fator que o candidato precisa levar em conta, na hora de se escolher o curso desejado,  é que nem todas as instituições de ensino no Brasil estão cadastradas no sistema e é muito grande a chance do candidato, que não reside numa cidade que tenha instituições cadastradas no SISU tenha que optar por um curso em outro município, ou até mesmo em outro Estado. Para isso, é importante que haja um consentimento da família para a possibilidade de estudar longe de casa e um planejamento de toda a logística necessária.

Para aqueles que não conseguiram ser aprovados diretamente, eles podem solicitar a sua inscrição na lista de espera do curso desejado, entre 29 de Janeiro até 4 de Fevereiro, onde terão que esperar serem convocados até o final de Abril ou o começo de Maio.

Se mesmo assim o candidato conseguir ser aprovado, há várias instituições de ensino superior que possuem vestibulares de inverno, ou tentar uma bolsa via ProuUni ou Fies.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *