Vacina contra o coronavírus está muito perto de ser descoberta
PUBLICIDADE

Vacina contra o coronavírus está muito perto de ser descoberta

Gabriel Kazuo

3 de junho de 2020
Atualização:03 jun 2020 às 14:19

A corrida para achar uma cura para o coronavírus parece estar chegando ao fim. A Organização Mundial da Saúde estuda, com as demais potências econômicas do Mundo, 133 opções de vacinas, sendo que 10 delas já estão em fases de testes, com 2 vindo do Brasil. Além disso, outras duas já apresentaram resultados muito promissores. 

Os medicamentos desenvolvidos pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, e um outro criado pelas Forças Armadas dos EUA são as duas maiores esperanças que o mundo têm hoje para combater o coronavírus, sendo que as duas podem ser lançadas ainda no final deste ano.

Os EUA planejam lançar uma vacina contra o coronavírus ainda no final de 2020. As Forças Armadas estão promovendo uma série de estudos sobre o coronavírus, e já avançam para a criação de um vacina, bem como outras formas de medicação para pacientes que não estão internados em hospitais. 

Mas, a vacina que está mais perto de ser descoberta, e que diferentemente da criada pelos EUA, já está em fase de testes em seres humanos, é a criada pela Universidade de Oxford, desenvolvida em parceria com uma empresa de biotecnologia italiana, e outra sueca, que pretende distribuir 400 milhões de doses em vários países do mundo, em setembro, caso os testes deem positivo. Aliás, os ingleses pretendem testar essa vacina não só no país, mas também no Brasil, envolvendo 5 mil voluntários. 

 

 

 

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. [email protected]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *