Um dos acusados do caso Vitória Gabrielly, Júlio César poderá ir a júri em outubro


20/08/2019 l Atualizada em - 20/08/2019 às 8:36

Foi desmembrado em dois júris o processo do caso Vitória Gabrielly, o servente de pedreiro Júlio César, que deverá ser julgado em situação diferente do casal Bruno Oliveira e Mayara Abrantes.

De acordo com informações, Júlio César será julgado em a parte dos demais acusados,  porque apenas a defesa do casal recorreu da sentença. Os advogados de Júlio não entraram com a ação, ele será o primeiro a ir ao tribunal, provavelmente entre setembro e outubro ainda deste ano (2019).

Segundo a defesa do casal, eles deverão ir a júri apenas no próximo ano.

Em uma de suas redes sociais, Beto Vaz, pai de Vitória, relatou que não sabe até que ponto essa decisão beneficia ou prejudica algum dos acusados. “Apesar de saber que esse processo é demorado, e que se tratando de Brasil temos visto que o processo tem andado, lentamente, mas tem andado… Só quero justiça pela minha filha. Quero que os culpados paguem, e paguem com muitos anos atrás das grades!”, concluiu. 

Os três réus estão presos em Tremembé, e já foram ouvidos pela polícia e também na Justiça, todos negaram o crime.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *