Toyota Land Cruiser é o carro mais procurado por terroristas
PUBLICIDADE

Toyota Land Cruiser é o carro mais procurado por terroristas

Gabriel Kazuo

9 de agosto de 2021
Atualização:09 ago 2021 às 12:00

Um novo lançamento da Toyota, o Toyota Land Cruiser, está sendo um dos carros mais procurados por terroristas, para cometer crimes de larga escala. O veículo de modelo SUV já foi um dos mais procurados no Brasil, até 2009.

Por conta da grande procura em determinada localidade onde há muitos terroristas, em parceria com o Governo dos EUA, a Toyota decidiu proibir a revenda deste modelo de carros SUV em todo o mundo, para que eles não possam cair nas mãos de terroristas. O mesmo acontece com a picape Hilux.

Por conta da tecnologia de tração nas 4 rodas, estes dois modelos de carros podem andar em qualquer tipo de terreno, o que facilita a fuga dos criminosos das autoridades. Além disso, o Toyota Land Cruiser é moderno o suficiente para se adaptar à estrada de terra e obstáculos.

Uma das medidas para coibir esse repasse é a proibição de revender o veículo após um ano de uso. Isso facilita com que a Toyota, e demais entidades governamentais tenham acesso à placa do veículo, facilitando sua identificação.

A sanção contratual para quem descumprir a Lei é a proibição de comprar qualquer produto da marca Toyota. O mesmo vale para concessionárias de veículos, que inclusive podem ser processadas na Justiça.

Toyota lança Land Cruiser 2022

No dia 10 de junho em evento online a Toyota lançou a 11° geração do Land Cruiser. O modelo recebeu novo visual, plataforma e motor. O SUV passa a ser considerado um dos carros mais modernos da marca atualmente. Não há chances do modelos desembarcar no Brasil sendo destinado a mercados da Ásia e Estados Unidos.

O modelo é o mais velho e tradicional ainda em produção da montadora japonesa. A primeira geração da Land Cruiser surgiu em 1951, sendo mais velho que o Corolla que foi lançado 15 anos depois.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *