Times paulistas conhecem adversários na Copa do Brasil 2020


13/12/2019 l Atualizada em - 13/12/2019 às 10:03

A CBF sorteou, na tarde de quinta-feira (12), os duelos da primeira fase da Copa do Brasil, que conta com a participação de 80 equipes. A competição começa no dia 5 de Fevereiro e vai até Setembro.

A Primeira Fase é disputada em jogo único, onde o mandante é a equipe pior colocada no Ranking da CBF, e o visitante tem a vantagem do empate. Do Estado de São Paulo, onze equipes disputarão o torneio, sendo que cinco delas jogarão a fase inicial:

Primeira Fase

O XV de Piracicaba, vice-campeão da Copa Paulista 2019, enfrenta o Londrina, rebaixado para o Brasileirão da Série C 2020, em Piracicaba. O vencedor enfrenta quem passar do duelo envolvendo os alagoanos do Coruripe, e os gaúchos do Juventude.

O Novorizontino, 6o colocado do Paulistão 2019, recebe o Figueirense, que escapou por pouco do rebaixamento na Série B. Quem vencer enfrenta, na Segunda Fase, o Vitória do Espírito Santo, ou o CSA, que disputou o Brasileirão da Série A, neste ano.

O Oeste, que ganhou uma vaga no torneio graças ao Ranking da CBF, viaja até o Rio de Janeiro, onde enfrenta o Bangu, 3o colocado do Campeonato Carioca 2019. O vencedor enfrenta ou o Bragantino do Pará, ou o Ceará, que se salvou por pouco do rebaixamento para a Série B neste ano.

A Ponte Preta, vice-campeã do Torneio do Interior 2019, viaja até Novo Hamburgo, interior do RS, onde enfrenta o time da casa, e se passar, duela quem vencer o confronto entre o Galvez, do Acre, e o Vila Nova, de Goiás.

O Santo André, campeão do Paulistão da Série A2 2019, enfrenta o Criciúma, outro time rebaixado para a Série C 2020. O vencedor provavelmente terá que duelar contra o fortíssimo Goiás, na segunda fase, que provavelmente passará no duelo contra o Fast, do Amazonas.

Por fim, a Ferroviária, 7a colocada no Paulistão 2019, joga em Araraquara, contra o Avaí. Se vencer, enfrenta Águia Negra, do Mato Grosso do Sul ou o Sampaio Correia, do Maranhão.

Mudanças no regulamento – Oitavas de final

Visando evitar o desnível da competição, principalmente com os times mais ricos disputando o mata-a-mata, a CBF resolveu fazer uma importante mudança no regulamento, com relação ao sorteio das Oitavas-de-final. Desde o ano em que a entidade máxima do futebol nacional decidiu abrir espaço para que os times da Libertadores jogassem a Copa do Brasil, todos eles eram colocados em um pote do sorteio, e teriam que enfrentar obrigatoriamente, os remanescentes das fases anteriores do torneio e os campeões da Copa Verde, da Série B e da Copa do Nordeste, que ficavam no Pote 2.

Esse formato de sorteio acabava beneficiando mais os times que disputam a competição sul-americana, por terem times mais fortes e mais competitivos, em relação aos rivais. Essa ”vantagem” não vinha agradando a CBF, que agora decidiu extinguir o ”Pote 2”, e agora todas as equipes classificadas para as oitavas-de-final, independentemente se vierem da Libertadores, ou não, poderão se enfrentar logo de cara.

Por exemplo, nada impede que neste ano tenhamos duelos entre Athlético PR X São Paulo, ou Corinthians x Santos, Flamengo x Palmeiras, ou  Grêmio x Internacional, na fase de oitavas, assim como duelos entre dois times oriundos das fases iniciais da Copa do Brasil, ou também um Bragantino x Fortaleza.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *