×
PUBLICIDADE

Tempestade solar vai atingir o Brasil e deixar país sem TV e rádio

Gabriel Kazuo

29 de outubro de 2021
Atualização:29 out 2021 às 15:40

A tempestade solar mais forte do século, que era esperada para ocorrer no mês de setembro e atingir o planeta Terra não aconteceu, mas a na noite de 28 de outubro, a NASA confirmou que uma explosão de gases no sol, ocorrida às 11h35 do dia 28 de outubro, vai afetar diversos países da terra durante esse fim de semana.

No entanto, ela será menos intensa do que o esperado pelos cientistas.

A principal área que será atingida é a América do Norte, mais precisamente os Estados Unidos que podem presenciar auroras boreais em quase todo o noroeste e norte-americano. Mesmo assim, os impactos serão sentidos em diversos países do Mundo, principalmente no Brasil.

Os impactos dessa tempestade também será sentido neste domingo (31), pois a ejeção de massa coronal do Sol começou já nesta sexta-feira (29), e deve demorar um dia para que as ondas eletromagnéticas geradas por essa massa cheguem até nosso planeta.

Tempestade Solar será mais fraca que o previsto, mas mesmo assim causará problemas

Na primeira semana de setembro, diversos astrônomos da NASA já previam que uma tempestade solar poderia acontecer. Inclusive, a primeira previsão indicava um cenário catastrófico, onde a internet poderia ficar meses sem funcionar e diversos lugares do planeta ficariam sem luz. Com o passar do tempo, isso não aconteceu, e o assunto foi ”deixado de lado”.

No entanto, eles foram surpreendidos com uma repentina explosão solar na manhã de hoje, mas felizmente, mais fraca do que o esperado, mas mesmo não sendo algo catastrófico, é um evento moderdamente forte, com potencial para causar estragos.

Sinais de TV e rádio comprometidos

Os únicos aparelhos tecnológicos que serão afetados pelo fenômeno são os satélites de GPS, principalmente os utilizados por navios e aviões, além dos cabos de fibra ótica e satélites de TV, e por conta disso, há grande possibilidade dos brasileiros ficarem sem sinal de TV e sem rádio neste final de semana.

Em relação à uma possível chance de queda global da internet, a NASA informou que as chances são inferiores a 1%, mas que podem acontecer, dependendo da quantidade de radiação que poderá chegar até o planeta, e por isso, não precisamos nos preocupar com um blecaute no serviço de internet.

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *