×
PUBLICIDADE

Tempestade solar pode atingir o Brasil e causar prejuízos

Igor Juan

2 de setembro de 2021
Atualização:03 set 2021 às 10:10

Cientistas e astrônomos emitiram um alerta global, no final da tarde desta quarta-feira (01), de que a Terra estaria na iminência de sofrer com uma tempestade solar catastrófica, com potencial para destruir o sistema de internet em todo o Mundo.

Segundo os pesquisadores, uma tempestade solar pode danificar, por meio do magnetismo, redes de energia elétrica e internet. Segundo eles, esse fenômeno não prejudicaria tanto as torres de energia, que podem voltar em algumas horas ou dias, mas causaria danos permanentes aos cabos de fibra ótica que levam internet para as casas.

Ainda segundo estudo, há uma chance de que as redes locais de internet possam escapar ”ilesas” da tempestade solar, mas os países sofreriam com problemas constantes de conectividade, pois os cabos submarinos são mais vulneráveis e podem deixar de funcionar, se forem desmagnetizados.

Por conta disso, eles atentaram para a necessidade dos países já começarem a pensar num ‘Plano B”, caso uma tempestade solar ocorra, para que os problemas que o fenômeno possa causar seja reduzido.

Tempestades solares podem levar a Humanidade para a ”Idade Média” em um instante

Vários cientistas já comprovaram que uma tempestade solar pode levar a Humanidade de volta para o passado onde não havia eletricidade e internet, podendo inclusive derrubar satélites de TV e GPS. Esse fenômeno provoca a emissão de íons e partículas capazes de ”desligar” as redes de energia e WI-FI, por tempo indeterminado.

Aliás, o impacto de uma onda de tempestade solar é tão forte, que pode até mesmo destruir e incapacitar semáforos e sistemas de navegação de aviões e navios, podendo causar tragédias no trânsito sem precedentes. Ainda não se sabe ao certo quando isso irá acontecer.

O Brasil pode sofrer com os impactos de uma tempestade solar?

Sim, mas não tanto quanto em outros países, pois essas tempestades causam maior destruição em áreas mais próximas aos polos magnéticos, como Europa, Ásia e América do Norte. No máximo o que pode acontecer é um apagão nacional, que pode ser resolvido em questão de dias ou horas.

Em relação à internet, ela pode ficar mais lenta em alguns locais, pois os roteadores ligados por fibra ótica submarina com alguns países serão atingidos, e podem apresentar problemas no funcionamento. Vele lembrar que o fenômeno é normal, e já acontecia há muitos anos atrás, porém com menos força.

Igor Juan

Jornalista editor-chefe do Correio do Interior desde 2016. Formando pela faculdade ESACM Sorocaba. Atuou na RedeTV! e demais meios de comunicação. Correspondente do Jornal Metrópoles em SP com o Correio do Interior MTB: 0082709/SP.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.