Suspeito de matar jovem de 19 anos em Alumínio é preso, ele alega ser o autor do crime


13/09/2019 l Atualizada em - 13/09/2019 às 18:14

Na manhã desta sexta-feira (13),  uma mensagem enviada por um homem aos familiares da jovem Aline Dantas, informava ser o responsável pela morte da jovem.  Segundo a Polícia Civil, o autor da mensagem foi detido e levado à delegacia da cidade para ser ouvido pela delegada do caso, Luciane Bachir.

Ele criou um perfil falso no Facebook, onde afirmou ter assassinado Aline, e também ter mandando matar a jovem Vitória Gabrielly, morta em 2018 na cidade de Araçariguama, há 20 km do local onde Aline foi assassinada.

A mensagem foi enviada de madrugada aos familiares da duas jovens e logo o perfil foi apagado, mas mesmo assim a Polícia conseguiu identificar o autor das mensagens.

O perfil continha a foto de um homem idoso. Em uma postagem, o autor escreveu o seguinte texto, reproduzido pelo Cruzeiro do Sul sem alterações: “Realmente fui eu que matei Aline… Ninguém me pegou ano passado fui eu q matei Vitória gabrielly .. filha do Beto … Agora vou matar mais uma menina… Hahaha ninguém vai me pegar.”

Essa mensagem foi encaminhada para o perfil de Beto Vaz. Ele é pai de Vitória Gabrielly, assassinada em 2018 na cidade de Araçariguama. A publicação foi feita por volta das 4h da madrugada de quinta-feira (12).

Indignado, Beto Vaz desabafou na mesma rede social. E deu um recado ao autor das postagens. “Você está cometendo um crime, e vai pagar por ele, eu te prometo.”

Atualizado às 18h08 – A Delegada do caso liberou o suspeito, por não ter relação com o crime e por identificar que o jovem detido apresenta problemas de sanidade. 

Caso Aline e Vitória Gabrielly

As mortes das duas jovens causaram tristeza e comoção na Região Metropolitana de Sorocaba. Vitória Gabrielly, 12 anos, desapareceu em 8 de junho de 2018. Ela saiu de casa para andar de patins, em Araçariguama, e foi encontrada morta oito dias depois. O corpo de Vitória estava em uma mata perto de uma estrada de terra, no bairro Caxambu. Três pessoas foram presas.

Já Aline Silva Dantas, 19, foi encontrada morta quarta-feira (11) em Alumínio. Ela havia desaparecido domingo (8) após ter saído para comprar fraldas para a própria filha. O corpo de Aline estava em uma área de mata. Ela estava coberta por pedaços de madeira e folhas.

Um comentários

  1. Rodrigo lencione

    14/09/2019 at 09:51

    Ele deviria ficar preso ele falou tudo aquilo quem garante que ele e inocente
    Inocente era a Vitória.ea Aline que morreu na mão de um vagabundo senvergonha que a justiça seja feita se asistir lei nesse Brasil bom diiia

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *