Spotify remove músicas de DJ Ivis após repercussão de agressão

Redação

13 de julho de 2021
Atualização:13 jul 2021 às 22:27

Os vídeos que mostram Dj Ivis agredindo a sua ex-esposa Pamela Holanda com socos e pontapés seguem repercutindo assuntos nos telejornais, sites, revistas eletrônicas e jornais online, e rendendo principalmente prejuízos pessoais e profissionais ao musico.

O Spotify e Deezer, os dois serviços de streaming de música com mais ouvintes no Brasil, retiraram as faixas em que o cantor é creditado de suas playlists editoriais na terça-feira 13 de julho.

As playlists são visadas por artistas e gravadoras por terem milhares de seguidores e pela quantidade de reproduções que elas podem proporcionar a um single, impulsionando o seu desempenho na plataforma. No Spotify, Dj Ivis aparecia nas seguintes playlists editoriais, ou seja,  desenvolvidas pela empresa: “Paredão Explode” (1,1 milhão de seguidores), “Top Brasil” (5,8 milhões de seguidores), “Meu País Nordeste” (198 mil seguidores) e “Pisadinha e Piseiro” (241 mil seguidores).

Ainda de acordo com o G1, no começo do mês, a parceria de Dj Ivis e Zé Felipe estava na capa da playlist “Paredão Explode”, mas agora não está mais na seleção de músicas. A Deezer também removeu “todo destaque editorial ao artista, tanto em capas e posições de playlists”.

Desde que os vídeos vieram a público, o artista tem sofrido as consequências de seus atos. Xand Avião demitiu o artista de sua produtora, até então, responsável por administrar a sua carreira. Na manhã desta terça-feira (13), a Sony Music Brasil, gravadora de Dj Ivis, emitiu um comunicado dizendo que está avaliando a sua relação com o cantor:

A Sony Music Brasil leva as acusações contra o DJ Ivis muito a sério e não tolera esse tipo de comportamento. Acreditamos na criação de um ambiente seguro e inclusivo para todos. No momento, estamos revisando nossa relação com o artista“.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *