Polícia intensifica buscas por pai que matou filha em São Roque após denúncia de estupro

Igor Juan

4 de outubro de 2018
Atualização:04 out 2018 às 11:07

Uma ação de trabalho conjunta entre as forças Policiais da região de São Roque, incluindo a Polícia Civil de Mairinque, Araçariguama e Sorocaba, buscam pelo paradeiro de Horácio Nazareno Lucas de 28 anos, acusado de matar a própria filha, Letícia Tanzi de 13 anos na madrugada de segunda para terça-feira (02).

O trabalho de buscas e investigação sobre o paradeiro de Horácio Nazareno, ocorrem em função do agravante do crime, assim como a Polícia espera prende-ló em situação de flagrante ainda se possível, antes das eleições, no qual uma lei eleitoral garante que no pais ninguém pode ser preso cinco dias da ação, assim como um dia depois do resultado das eleições.

Pai-Mata-Filha-São Roque-Letícia Tanzi-caso Letícia Tanzi

Horácio Nazareno estava preso desde junho de 2010 após ser condenado em 8 anos de prisão por ter abusado sexualmente de uma prima de sua filha, uma jovem de 20 anos com problemas mentais. Ele cumpriu apenas cinco meses de prisão e ganhou o direito de responder em liberdade o restante da condenação. Assim que saiu da prisão ele foi até a casa da sua ex-esposa e pediu para que ela junto a filha retirassem uma outra denúncia contra ele por abuso sexual, sendo dele contra a filha.

Sem sucesso em convencer mãe e filha, ele então agrediu sua ex-esposa, que logo conseguiu escapar e buscar ajuda com um vizinho, mas Letícia acabou ficando na casa, momento em que o pai dela aproveitou para friamente mata-lá com golpes de faca.

Quando a Polícia chegou no local do crime, em uma ligação feita pelo irmão mais novo da vítima, Horácio Nazareno  já havia fugido e a adolescente já estava sem vida.

A Polícia pede ajuda para quem tiver informações sobre o autor do crime, denuncie através do disque denúncia 181, ou pelo 190 da Polícia Militar.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *