×
PUBLICIDADE

MP indicia três pessoa pela morte de Policial em favela de SP

Igor Juan

9 de outubro de 2018
Atualização:09 out 2018 às 10:54

O Ministério Público do estado, indiciou três pessoas acusados de envolvimento na morte da Policial Militar Juliane dos Santos. Ela foi morta há dois meses em um bar na comunidade de  Paraisópolis em São Paulo.

A Policial Militar de 27 anos, foi encontrada morta cinco dias depois em um porta malas de um carro abandonado na favela, com um tiro na cabeça. Ela estava de folga no dia no ocorrido.

Os três envolvidos irão responder por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe com utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Além disso, vai indiciá-los por cárcere privado, associação criminosa e tortura.

Os três estão presos. São eles: Eliane Cristina Figueiredo, Everaldo Severino da Silva e Felipe Oliveira da Silva.

Juliane foi morta  no dia 02 de agosto, ela foi identificada por criminosos da comunicada como PM, , após se identificar como policial, na situação de que uma pessoa havia reclamado sobre o desaparecimento de um aparelho celular. Assim Juliane se identificou como Policial, momento em que dois homens chegaram no local e a levaram do local, sendo encontrada cinco dias depois.

Igor Juan

Jornalista editor-chefe do Correio do Interior desde 2016. Formando pela faculdade ESACM Sorocaba. Atuou na RedeTV! e demais meios de comunicação. Correspondente do Jornal Metrópoles em SP com o Correio do Interior MTB: 0082709/SP.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.