PUBLICIDADE

Juninho Paulista aceita cargo na CBF e deixa Ituano após dez anos no clube

Gabriel Kazuo

10 de abril de 2019
Atualização:10 abr 2019 às 15:27

Campeão Paulista de 2014, ex-jogador fez história no clube de Itu e seu modelo de gestão chamou a atenção de Rogério Caboclo, novo presidente da CBF

Juninho Paulista não é mais presidente do Ituano. Após dez anos no cargo, ele aceitou ser diretor de desenvolvimento do futebol e conselheiro da CBF.

O motivo de ter aceito esse novo desafio foi de que o ex-jogador queria dar um salto na carreira.

Além do Ituano, o ex-jogador atuou por outros clubes grandes do Brasil, como Palmeiras, São Paulo e times da Europa. Também fez parte do elenco pentacampeão do mundo em 2002.

Juninho voltou para o clube em 2009, onde se aposentou e virou dirigente. Além do título paulista, ele promoveu uma série de mudanças na infraestrutura do Ituano e do estádio Novelli Júnior, fazendo com que este ganhasse a oportunidade de receber uma seleção da Copa do Mundo de 2014, como subsede

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *