×
PUBLICIDADE

“Fui ameaçado na porta de casa” diz avô de jovem sequestrada em porta de escola em Mairinque

Igor Juan

2 de maio de 2019 - updated: 02 maio 2019 às 12:46

A Polícia ainda investiga o caso em que uma jovem de 15 anos foi sequestrada na porta da escola em Mairinque (SP), ao que diz os familiares em caso registrado na delegacia da cidade.  A jovem Ana Clara Cienta foi raptada na porta da escola onde ela estuda, na última segunda-feira (29), no bairro Vila Granada.

Ana estava à caminho da escola, por volta das 12h30, quando foi surpreendida por um rapaz que a obrigou a entrar em um ônibus. O caso foi registrado na delegacia da cidade como sequestro. A Polícia está buscando testemunhas para elucidar o sumiço da menor.

Antes da jovem ser raptada pelo rapaz, ele foi até a casa dela em que mora com o pai e madrasta. Ao Correio do Interior os familiares da jovem, ainda relataram que foram ameaçados diretamente pelo rapaz, por ele achar que a jovem estaria sendo orientada a não ter um relacionamento com ele.

“Na porta de casa ele me ameaçou, disse que não teria problemas em matar eu (avô) e qualquer outra pessoa da família para ficar com a Ana Clara, e que ao cometar o crime nada aconteceria com ele”, disse o avô da jovem, Manoel Vicente Pires.

A reportagem do Correio do Interior também conversou com Josiane Cienta, mãe da jovem. Ela disse que a filha conheceu o rapaz, e que de uns meses para cá, o suspeito forçava Ana a namorar com ele, contra sua vontade. O cotidiano da menor era vigiado 24h pelo rapaz.

Na elaboração do boletim de ocorrência, a mãe de Ana relatou aos policiais que a filha chegou a dizer ao rapaz que não se envolveria com ele, no entanto, ele insistia em querer se relacionar com ela: as ameaças à menor e aos familiares eram constantes. O indivíduo acreditava que a família impedia a garota a ficar com ele. Preocupados, os pais e os amigos sempre acompanhavam Ana nas idas e vindas a escola e a impediam de sair na rua sem uma companhia. Em uma rede social, o suspeito de sequestrar a menor fez diversas publicações. No texto, ele relatava que estava sofrendo por amor, contudo, não era correspondido e que se preciso fosse mataria a jovem e em seguida cometeria suicídio.

Na última segunda-feira, a jovem não pôde ser acompanhada até a escola. Como de costume seu avô a levava, porém nesse dia a menor teve que ir sozinha. Foi próximo a escola que ela foi levada pelo rapaz. A Polícia não descarta que o indivíduo já estava de campana esperando o momento de raptar a menina.

Rapaz já tratado como sequestrador já foi identificado, assim como suas características físicas passadas a polícia. Qualquer informação que leve ao paradeiro de Ana, podem ser passada a Polícia ou ao Disque Denúncia 183.

Igor Juan

Jornalista editor-chefe do Correio do Interior desde 2016. Formando pela faculdade ESACM Sorocaba. Atuou na RedeTV! e demais meios de comunicação. Correspondente do Jornal Metrópoles em SP com o Correio do Interior MTB: 0082709/SP.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

"