×
PUBLICIDADE

Corpo de estudante encontrada morta no rio Sorocaba é enterrado em Votorantim

Redação

29 de maio de 2019 - updated: 29 maio 2019 às 13:53

O corpo da estudante Rafaela de Campos, de 19 anos, foi sepultado na manhã desta quarta-feira (29) no Cemitério São João Batista, em Votorantim. Familiares e amigos acompanharam a cerimônia e deram o último adeus à jovem encontrada morta segunda-feira (27) no rio Sorocaba.

A mãe de Rafaela, abalada pela morte da filha, chegou a ser amparada em alguns momentos. À reportagem do Cruzeiro do Sul, um familiar de segundo grau perguntou rapidamente se existiam novas informações da Polícia Civil e qual seria o local em que o corpo foi encontrado. ‘Agora é deixar nas mãos da polícia para que resolvam‘, disse em seguida.

Vizinhas da garota também comentaram brevemente sobre as características dela, reiterando o que muitas pessoas próximas têm dito. ‘Ela era uma menina muito tranquila, não dava trabalho. Andava para lá e para cá com a mãe e a avó.”

Polícia Civil

Na tarde de terça-feira (29), a titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Luciane Bachir, disse que a causa da morte de Rafaela foi apontada como sendo por afogamento. A informação havia sido passada pelo médico legista responsável por examinar o corpo da jovem. Ainda segundo a delegada, a moça não apresentava marcas de agressões.

Luciane colheu depoimentos do pai, mãe e irmão de Rafaela na terça, além de ter ouvido um dos últimos amigos a falar com a estudante, via WhatsApp.

Amigos e familiares durante o sepultamento de Rafaela de Campos. Foto: Erick Pinheiro.

O caso

Rafaela desapareceu no domingo (26) após prestar vestibular, no centro de Sorocaba. Ela foi encontrada morta na tarde de segunda-feira (27), no rio Sorocaba, próximo à ponte Francisco Dell’Osso.

Conforme o relato de familiares à Polícia Civil, Rafaela saiu de casa, em Votorantim, e seguiu para Sorocaba onde prestou o vestibular em uma faculdade da região central. Ela teria deixado o local por volta das 18h20 e parado de responder mensagens às 20h25.

Rafaela cursava gestão financeira. Ela pretendia fazer um novo curso, de ciências contábeis.

Como a jovem não voltou para casa, familiares entraram em contato com a polícia e registraram o desaparecimento. O corpo foi avistado por pedestres e retirado do rio por equipes do Corpo de Bombeiros. A jovem estava vestida com calça jeans, camiseta regata e tênis.

*Com informações de Esdras Felipe.

Redação

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e checam informações dos fatos diariamente noticiados no jornal

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

"