PUBLICIDADE

Corinthians e São Paulo decidirão final do Paulistão 2019

Gabriel Kazuo

9 de abril de 2019
Atualização:09 abr 2019 às 13:55

Após três meses de bastante disputa, o Paulistão 2019 enfim conheceu os seus dois finalistas. Corinthians e São Paulo decidirão quem será o campeão do principal campeonato estadual do Brasil. No Paulistão, o retrospecto é favorável para o Corinthians. São 65 vitórias, 57 empates e 58 derrotas. Veja a seguir um resumo de como os dois times avançaram para a grande final

São Paulo. O primeiro finalista saiu na tarde de domingo (07/04). O São Paulo empatou novamente com o Palmeiras, no Alianz Park, pelo placar de 0 x 0. Nas cobranças de pênalti, o Tricolor avançou, fazendo 5 x 4 nas cobranças de pênalti. O primeiro tempo foi bastante equilibrado, porém o São Paulo teve a melhor chance do primeiro tempo, após Fernando Prass defender um chute cara a cara com Antony, atacante do São Paulo.

No segundo tempo, e precisando desesperadamente da vitória, as duas equipes foram para o ataque e criaram boas chances de gol, porém, não conseguiram acertar o alvo. Outro destaque foi a atuação do VAR, que anulou corretamente dois gols impedidos: um do volante Liziero, do São Paulo e outro do centroavante Deyverson, do

Palmeiras. Nas penalidades, o São Paulo só errou uma cobrança de pênalti, com Tiago Volpi. Nenê, Everton Felipe, Hudson, Gonzalo Carneiro e Bruno Alves acertaram. Pelo lado do Verdão, os meias Ricardo Goulart e Zé Rafael tiveram suas cobranças defendidas pelo goleiro tricolor.

Corinthians. Na noite de ontem (04/04), jogando um futebol abaixo da crítica, o Corinthians perdeu para o Santos por 1 x 0, no Pacaembu, e conseguiu avançar numa eletrizante disputa por pênaltis, que terminou em 7 x 6 para o Timão. O primeiro tempo foi de amplo domínio do Santos, que esteve muito perto de fazer o primeiro gol. O Corinthians jogou muito recuado, só criando uma chance, com Sornoza.

O segundo tempo seguiu no mesmo ritmo do primeiro- pressão do Santos, conseguir fazer o seu gol, com Gustavo Henrique. O destaque do Corinthians foi o goleiro Cássio, que pegou bolas bastante difíceis e evitou que o seu time fosse goleado.

Nas penalidades, as duas equipes mostraram uma ótima precisão nas penalidades, porém quem se deu melhor foi o Corinthians, que acertou 7 de 8 penalidades.

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *