Antes de ser preso por estupro, pai que matou filha em São Roque (SP) jurou vítima de morte

Igor Juan

4 de outubro de 2018
Atualização:04 out 2018 às 9:24

Nesta quinta-feira (04), acontece o enterro da adolescente Letícia Tanzi de 13 anos, moradora de São Roque (SP), morta pelo próprio pai, na madrugada de terça-feira para quarta-feira.

A jovem foi morta após o pai, Horácio Nazareno Lucas de 28 anos ter deixado a cadeia em cumprimento de cinco meses de prisão por estupro. Ao sair da cadeia no mesmo dia em comentou o crime contra a sua filha, ele foi até a casa dela no qual morava com a sua mãe e também ex-esposa do autor do crime, pedindo que elas retirassem uma denuncia contra ele por estupro.

Como não conseguiu convencer mãe e filha, Horácio  então logo deu inicio a uma discussão com ambas e agrediu a sua ex-esposa, tentando enforcada-la, mas ela conseguiu escapar da ação e fugiu de casa para pedir ajuda a um vizinho. Neste momento, Letícia ficou sozinha na casa com o pai e por ele foi friamente assassinada com uma faca.

Um irmão bem mais novo que Letícia foi que acionou a Polícia após presenciar todo o ocorrido. A Polícia chegou rapidamente ao local mas a jovem já estava sem vida e o autor do crime também já havia fugido, assim como segue.

Semanas antes do crime e de Horácio deixar a prisão, uma Tia da vítima relatou que  a jovem havia contado a ela que antes de ser preso por estupro o seu pai havia jurado ela de morte, já que essa era a segunda denúncia contra ele sobre o crime. A primeira denuncia na qual o levou a prisão foi cometida em 2010 contra uma prima de Letícia, de 20 anos e que tem problemas mentais.

O caso de Letícia ainda não se restringe apenas à abusos sexuais, mas também de casos de agressões, como ela mesmo relatava ao Conselho Tutelar da cidade que passou a acompanhar ela e sua família após a denuncia dos abusos e prisão do pai.

Até o início da tarde desta quarta-feira, a Polícia Civil não teve nenhuma informação sobre o paradeiro do suspeito. Um trabalho intensivo das forças Policiais da regão está sendo feito para encontra-ló.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *