São Bento de Sorocaba não está recebendo jornalistas há três semanas


01/11/2019 l Atualizada em - 01/11/2019 às 9:24

Há cerca de três semanas o São Bento está com as portas fechadas dos treinamentos para a imprensa. Desde a vitória contra o Vila Nova, no dia 7 de outubro, em Sorocaba, nenhuma atividade pode ser acompanhada, integralmente, pelos jornalistas. Apenas o aquecimento na véspera dos jogos podiam ser observados.

Nos dias anteriores às partidas, o técnico Milton Mendes pelo menos concedia entrevista coletiva. Mas, nesta semana, o treinador não conversou com os repórteres que cobrem o dia a dia do clube. A justificava foi que, em virtude da viagem na tarde de ontem para Criciúma, não haveria tempo viável para o atendimento à imprensa.

“Havia uma confiança mútua em vocês. Pelo que eu entendi, vocês acabaram quebrando, na concepção dele (Milton Mendes), aquela relação de confiança que tinha. Porque ele entendeu que houve uma maldade de vocês, porque na realidade de onze, ele poupou cinco (jogadores)”, disse o presidente do clube, Mário Rogério Dias, à rádio Cruzeiro FM 92, 3, no dia 23 de outubro.

O mandatário do Bentão referia-se ao jogo contra o Bragantino, quando Milton Mendes entrou com uma equipe mista, com alguns titulares e a maioria de reservas. Na ocasião, no dia 4 de outubro, o São Bento foi derrotado por 3 a 0. Três dias depois, venceu o Vila Nova-GO com todos os titulares, por 3 a 1. Ambos os confrontos foram em Sorocaba.

Já se passaram quatro jogos com a nova política de (não) acesso aos treinamentos. O Azulão sorocabano não venceu nenhuma partida desde então — foram três derrotas (para Sport, Coritiba e Operário-PR) e um empate (com o Guarani). No início da “era Milton Mendes”, pelo menos duas atividades semanais eram abertas de maneira integral. O próximo compromisso é amanhã, às 19h, contra o Criciúma, em Santa Catarina.

Mais uma dispensa

O atacante Joãozinho não faz mais parte do elenco do São Bento. A direção do clube confirmou a rescisão do contrato, em comum acordo entre as partes, na tarde de ontem. “Agradecemos os serviços prestados e desejamos sorte ao atleta na continuidade da sua carreira”, informou em comunicado oficial.

Joãozinho foi o nono atleta deixar o Azulão antes do término da Série B. O goleiro Renan Rocha, os zagueiros Guilherme Mattis e Wesley, os volantes Vinícius Kiss e Paulo Vinícius, o meia Fabrício Oya, além dos atacantes Cafu e Wilson, já haviam rescindido os seus contratos com o Bentão.

***Com informações de Zeca Cardoso

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *