Saneaqua reforça a importância da atuação de leituristas em imóveis

Redação

21 de julho de 2021
Atualização:21 jul 2021 às 13:16

No dia 20 de julho e celebrado o Dia do Leiturista, profissional responsável pela medição individual do consumo de água e esgoto nos imóveis em muitas cidades brasileras.

Este profissional tão essencial continua atuando em meio a pandemia, com responsabilidade e respeito à saúde e segurança para garantir os serviços de medição dos hidrômetros e de entrega das faturas para toda a população.

Também chamados de Agentes Comerciais, a Saneaqua conta com seis desses profissionais que realizam o serviço de maneira setorizada, ou seja, por bairros, na cidade de Mairinque. Embora pareça uma tarefa simples, o leiturista enfrenta alguns obstáculos, como chuva, cães bravos e locais de difícil acesso.

Mesmo com desafios, os funcionários exercem seu trabalho com dedicação. Todos os dias, os agentes comerciais visitam cerca de 300 imóveis, entre residências, indústrias, prédios e comércios.

Em cada visita, o leiturista verifica os quatro números em preto no hidrômetro do imóvel e digita no coletor de leitura, equipamento responsável por registrar o dado e enviá-lo ao sistema de gestão de serviços comerciais da concessionária. Após o registro, a conta é impressa e entregue ao cliente simultaneamente.

Luciana Barros, responsável pela área comercial da Saneaqua em Mairinque alerta que o morador deve sempre assegurar o livre acesso ao hidrômetro e ao cavalete para que o serviço de leitura possa ser realizado.

“Facilitar o acesso do profissional garante uma medição mais precisa do consumo. Diariamente nossos leituristas deparam-se com dificuldades para realizar o procedimento, como a existência de lixo e poeira nas proximidades do visor, mato alto ou outras barreiras que dificultam o acesso até o cavalete. Também é comum a presença de cachorros bravos soltos nos quintais, que podem representar uma ameaça à segurança dos nossos funcionários, por isso, nos dias de leitura, é importante que o cliente se atente para isso”, destaca Luciana.

Garantir a facilidade de acesso, assim como a conservação e limpeza desses locais é dever dos moradores. Os cavaletes e hidrômetros devem estar protegidos, com abrigo contra luz excessiva, calor e chuva.

Neste Dia do Leiturista devemos valorizar os profissionais que estão na linha de frente da prestação dos serviços de saneamento que, assim como tantas outras categorias indispensáveis neste período de pandemia, desempenham um serviço essencial para a saúde das pessoas e, por consequência, no apoio ao combate ao Coronavírus.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *