Polícia investiga caso de estupro envolvendo ex-técnico do São Bento de Sorocaba


04/11/2019 l Atualizada em - 04/11/2019 às 10:17

Milton Mendes não é mais o comandante do São Bento na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador comunicou sua saída do clube no sábado (02), logo após o empate diante do Criciúma no interior catarinense. A decisão foi tomada algumas horas depois de o treinador sofrer uma grave acusação de estupro por parte da uma funcionária do hotel em que ele estava hospedado em Sorocaba.

O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher da cidade, e deverá ser investigado.

Na entrevista depois do jogo, Milton Mendes citou que sua saída já estava programada, independentemente da acusação. “Eu já vinha empurrando essa decisão porque tínhamos esperança (de sair do rebaixamento). Tenho um problema familiar com minha esposa e ela está precisando de mim porque sofre com uma doença”, explicou o profissional, que já teve passagens por Athetico-PR e Vasco.

Em relação à polêmica no hotel, Milton Mendes garante não ter sofrido com nenhum desentendimento no estabelecimento. Citou que até dava presentes e abraçava as pessoas como forma de carinho. Assim, acha que, em uma dessas atitudes, acabou interpretado de forma equivocada.

“A minha própria mulher falava que eu não deveria ser assim”, recordou. “Estou muito triste com toda essa situação e tenho certeza de que a verdade vai vir à tona, vou lutar por isso. Agora penso em minha família. Já conversei com minha esposa e filhos, todos estavam em choque. O caso teve repercussão nacional”, lamentou.

O São Bento, através das redes sociais, divulgou uma nota sobre o assunto: “O Esporte Clube São Bento, por meio de sua diretoria, esclarece que tomou conhecimento dos fatos evolvendo o técnico Milton Mendes pela mídia neste momento. Aguardamos mais informações das autoridades, assim como do profissional acusado. O clube não compactua com qualquer tipo de atitude de desrespeito ao ser humano no geral, incluindo o fato citado pela reportagem”.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *