Pastor Ezequias da Silva fala sobre profecia do dia 30 de março
PUBLICIDADE

Pastor Ezequias da Silva fala sobre profecia do dia 30 de março

Redação

31 de março de 2021
Atualização:31 mar 2021 às 14:29

Na noite de terça-feira (30), o pastor Ezequias da Silva, da igreja Assembleia de Deus do Pará, que viralizou nas redes sociais após realizar uma série de profecias apocalípticas que aconteceriam no dia 30 de março – Veja ao vídeo, utilizou novamente a internet para ‘se explicar’ sobre o ocorrido.

Através de uma transmissão ao vivo no Facebook, o líder religioso afirmou que ‘não errou’ a profecia por completo e que coisas estranhas, de fato, aconteceram durante a terça-feira. Segundo Silva, o Brasil “bateu recorde de mortos para a Covid-19” e que só ficaram protegidos da doença aqueles que “sentiram a presença de Deus”.
“Vocês não perceberam que tivemos recorde de mortos pela pandemia? Só quem percebeu isso é quem tem o espírito santo”, afirmou.

Em um outro trecho, o pastor afirma, sem citar fontes, que houve um aumento de 11% nos acidentes de trânsito em todo o país somente nesse dia 30 e que aqueles que não morreram tiveram um “livramento”.

“Gente de Deus, 11% de aumento nos acidentes. Normalmente são 2, 3 ou 4% (de aumento). É muita coisa! Algumas pessoas falam “ah, mas meu filho não morreu”. Glória a Deus que seu filho não morreu! Isso é um livramento!”, disse.

O que iria acontecer no dia 30 de março?

Em uma live dias antes, Ezequias da Silva havia afirmado que Deus o informou que a madrugada do dia 30 de março reservaria “acontecimentos terríveis no mundo inteiro”.

A recomendação do pastor era para que todos os fiéis ficassem em casa para se livrarem do “espírito da morte”. “Eu estou alertando o povo de Deus, para que a morte não tome conta de vocês”, ressaltou o religioso em um trecho do vídeo.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *