Operação interdita pousadas e detém mulher no centro de Sorocaba


20/03/2019 l Atualizada em - 20/03/2019 às 10:25

Dois hotéis foram autuados e interditados, uma mulher foi detida por posse de entorpecentes e produtos contrabandeados ou comercializados irregularmente foram apreendidos. É o resultado da Operação Mais Centro, promovida pela Prefeitura de Sorocaba, na tarde desta sexta-feira (15). A operação fez vistorias simultâneas em sete estabelecimentos na região central de Sorocaba. “Mais uma ação para aumentar a segurança e coibir práticas de comércio ilegal no centro da nossa cidade”, comenta o prefeito José Crespo.  

Quem souber de práticas ilegais em qualquer local da cidade pode denunciar com sigilo pelos telefones 153, 190 ou 156. A Operação Mais Centro foi promovida conjuntamente pela Secretaria de Segurança e Defesa Civil (Sesdec), a Secretaria de Políticas sobre Drogas, Resgate Social do Morador de Rua e Direitos das Pessoas com Deficiência e Idosos (Sepod), a Guarda Civil Municipal (GCM), o Setor de Fiscalização da Prefeitura e a Polícia Militar.   

De acordo com o secretário de Segurança e Defesa Civil, coronel Antonio Valdir Gonçalves Filho, a operação atuou contra a prostituição, o tráfico de drogas, consumo de entorpecentes e comércio irregular por ambulantes. O secretário de Políticas sobre Drogas, Resgate Social do Morador de Rua e Direitos das Pessoas com Deficiência e Idosos (Sepod), Dr. José Humberto Urban Filho, destacou a identificação e combate a locais de uso de entorpecentes.  

A operação ocorreu em quatro pousadas na rua Souza Pereira, duas pousadas na rua Salvador Correia e uma pousada na rua Dom Antonio Alvarenga. Uma mulher com 27 anos que estava em uma pousada foi detida pela GCM e encaminhada à Polícia Civil, acusada por porte de porções de maconha. Ela já havia sido indiciada em duas ocasiões anteriores, uma por tráfico de drogas e outra por porte de entorpecente.  

Outra pousada na mesma rua Souza Pereira foi interditada pelo Setor de Fiscalização pelo período de 30 dias e autuada em R$ 10 mil por desvio de finalidade. Este estabelecimento já havia sido autuado anteriormente porque possui inscrição municipal para a atividade de hotel, enquanto usava o espaço para a prática de prostituição. Outra pousada, na rua Dom Antonio Alvarenga, foi interditada e autuada após a constatação de indícios de exploração de prostituição e no local terem sido encontrados maços de cigarros contrabandeados.  

Ambulantes que atuavam irregularmente revendiam perfumes, panos e cigarros contrabandeados em espaço público, na rua Álvaro Soares, nas imediações da agência da Caixa Econômica Federal. Os produtos foram apreendidos e os ambulantes notificados. 

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *