×
PUBLICIDADE

Nos pênaltis, Brusque vencer Ituano e está na final da Série D 2019

Gabriel Kazuo

5 de agosto de 2019
Atualização:05 ago 2019 às 9:49

O Brusque está na final do Campeonato Brasileiro da Série D. O time de Santa Catarina conseguiu reverter o placar do primeiro jogo com o Ituano, de 2×0, e nos pênaltis, conseguiu a sua classificação.

O primeiro lance do jogo foi do time da casa, com Jeferson Renan, que obrigou o goleiro Pegorari a fazer uma boa defesa. Aos 7 minutos do primeiro tempo, Thiago Alagoano bate cruzado, e o goleiro do Ituano precisou se esticar todo, para evitar que a bola entrasse.

O Ituano ficou bastante acuado na partida, e não conseguiu suportar a pressão do Brusque, até que sofreu o primeiro gol, aos 17 minutos do primeiro tempo, com Fio, de cabeça. O único chute do Galo de Itu, no primeiro tempo, foi aos 46 minutos do primeiro tempo, após cobrança de falta de Corrêa, bem defendida pelo goleiro Dida.

O segundo tempo começou com a entrada de Marquinho, no lugar de Luizinho, no Ituano, mas não surtiu efeito. O Brusque continuou pressionando, e aos 7 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio, Júnior Pirambú cabeceou, e a bola foi para fora. O segundo gol do Brusque foi aos 17 minutos do segundo tempo, com Thiago Alagoano, que recebeu na frente do gol, para acabar com a vantagem obtida pelo Ituano, no jogo de Ida.

Aliás, o time da casa por muito pouco não conseguiu resolver a parada no tempo regulamentar. Aos 22 minutos da etapa final, Pirambú tentou uma bicicleta, mas o chute saiu fraco. Oito minutos depois, Thiago Alagoano caiu na pequena área, e o árbitro marcou pênalti. O próprio Júnior Pirambú foi para a cobrança, mas bateu muito fraco, e facilitou a defesa do goleiro Pegorari.

Nas cobranças de pênalti, Marcelinho e Thiago Alagoano acertaram o gol, porém, Léo Rigo chutou a bola na trave. O Brusque aproveitou para sair na frente com Aírton, mas na cobrança seguinte do time da casa, Vinícius chutou no travessão. Porém, o Ituano não conseguiu aproveitar o erro do adversário, e perdeu a 5ª cobrança com Marcelinho, que teve o seu chute defendido por Dida. O gol da classificação do Brusque saiu na cobrança de Zé Matheus.

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *