PUBLICIDADE

Mulher perde R$ 400 no caça-níquel, se revolta e mata o dono do bar

Redação

26 de novembro de 2020
Atualização:12 dez 2021 às 17:29

O dono de um bar foi morto com uma facada dentro de seu estabelecimento, na Estrada da Fazendinha, em Carapicuíba. A principal suspeita seria uma mulher que, segundo vizinhos, teria sido a última a deixar o local após uma discussão por dinheiro.

À polícia, populares afirmaram que a suspeita teria entrado no estabelecimento no início da noite e chegou a gastar R$ 400 em uma máquina caça níquel. Ao perder o dinheiro, a mulher teria pedido para Chiquinho, dono do estabelecimento, devolver o valor, mas o comerciante teria dito que não tinha como devolver.

Revoltada, a suspeita teria pedido uma cerveja e, no momento em que o dono do bar teria se abaixado para pegar a bebida, foi atingido com uma facada. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Bar - Dono de bar morto

Dono do bar foi morto após servir uma cerveja a suspeita do crime. Foto – Reprodução TV Record.

O dono do bar foi encontrado já sem vida pelo proprietário do imóvel, que acionou a polícia. Como não era casado e não tinha filhos, o comerciante se dedicava somente ao seu bar e tinha costume de abrir todos os dias até tarde.

“Ele nunca desrespeitou ninguém, nunca matou ninguém. Esse bar era familiar, aqui vinha mulheres, várias pessoas e ele respeitava todas”, contou um vizinho do estabelecimento, à reportagem do Cidade Alerta, da Record TV.

O crime teria acontecido entre duas e cinco horas da madrugada do dia 18 de novembro, de acordo com a reportagem. A principal suspeita foi chamada para prestar depoimento, mas não apareceu à delegacia.

O caso foi registrado no 2° DP de Carapicuíba e a equipe já teve acesso às imagens de câmeras de monitoramento instaladas próximas ao bar e continua com as investigações para encontrar o autor do crime.

Redação

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e checam informações dos fatos diariamente noticiados no jornal

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *