Mulher morre após filha ligar 12 vezes para ambulância em Cotia
PUBLICIDADE

Mulher morre após filha ligar 12 vezes para ambulância em Cotia

Gabriel Kazuo

21 de outubro de 2021
Atualização:21 out 2021 às 16:40

Uma mulher morreu, na manhã desta quinta-feira (21), após ter atendimento médico negado por 12 vezes em Cotia, na grande São Paulo Ela teve que esperar 2h para ser atendida, pois as duas ambulâncias que a cidade possui estavam ocupadase por isso o atendimento à senhora não aconteceu.

A família prometeu processar os responsáveis por negligência médica, e conta que também tentaram ligar para os Bombeiros e para a GCM, mas não obtiveram respostas. Eles gravaram todas as ligações e usarão isso como prova para acionar a Prefeitura da cidade pelo descaso.

Cansados de esperar, a família pediu ajuda para um vizinho, que emprestou sua van para realizar o transporte da mulher, até o Hospital Regional de Cotia. Contudo, ela não pode ser atendida no local, sendo transferida para uma UPA do município.

A vítima só conseguiu receber atendimento médico após a família registrar o ocorrido na Polícia, mas já era tarde demais e a mulher acabou morrendo, deixando seus parentes extremamente revoltados. Ela morreu de Fasciíte necrosante.

Em nota, a Prefeitura informou que não havia ambulâncias disponíveis para realizar o socorro e a Secretaria Estadual de Saúde rebateu a versão dos familiares, dizendo que a senhora chegou a ser atendida no Hodpital após a chegada da GCM, ordenando que ela fosse transferida.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *