Mulher vai dormir após matar o marido no momento em que ele ia “cagar”
PUBLICIDADE

Mulher vai dormir após matar o marido no momento em que ele ia “cagar”

Igor Juan

20 de setembro de 2021
Atualização:21 set 2021 às 19:22

Em Itapevi na Grande São Paulo, uma mulher de 44 anos foi presa após matar o seu marido a facadas, e após o crime ter ido dormir, sem qualquer preocupação.

O caso ocorreu no Jardim Vitápolis na noite do dia 15 de setembro. A vítima foi golpeada diversas vezes no momento em que estava no banheiro do imóvel em que moravam juntos.

Após o crime, a mulher deixou o corpo do marido no banheiro em uma poça de sengue e foi dormir. O socorro médico só foi acionado no dia seguinte, quando foi constatada a morte da vítima, identificada como Moisés.

A autora do crime, identificada como Eva Kuskoski negou ter matado o marido e contou aos policiais que discutiu com ele e logo foi, e no dia seguinte o encontrou caído no chão quando acordou. Depois, ela voltou a trás e confessou que o matou após uma discussão porque estava cansada das brigas constantes do casal.

O casal mantinha um relacionamento há 4 anos, não tinham filhos e viviam em um relacionamento conturbado. Segundo populares, ela já havia tentado tirar a vida do esposo outras vezes. Em um dos episódios, o homem chegou a ser ferido com uma faca e foi encaminhado para o hospital. Como gostava muito da mulher, decidiu não contar sobre as agressões aos amigos e parentes.

Já na noite do crime, Eva teria partido para cima do marido, que saiu de casa e buscou abrigo na casa de um vizinho. Moisés foi morto após retornar para casa. A faca utilizada no crime foi encontrada em cima da geladeira e apreendida. Eva foi presa em flagrante na quinta-feira (16) e encaminhada à Delegacia de Polícia de Itapevi.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *