Missionária manda foto íntima para pastor e esposa divulga imagens
PUBLICIDADE

Missionária manda foto íntima para pastor e esposa divulga imagens

Igor Juan

1 de novembro de 2021
Atualização:01 nov 2021 às 17:39

Não existe nada perfeito, especialmente na vida conjugal. Há muitos testes que os casados passaram. Alguns destes podem torná-los mais fortes juntos ou quebram suas promessas de Casamento um com o outro. Quando se trata de problemas de casamento, os problemas são constantemente feitos para os casais. A infância é uma das razões pelas quais o casal se separa. Saber que seu marido ou esposa está lhe traindo não é nada fácil.

Conforme algumas pesquisas realizadas ao logo de anos, cerca de 48% dos homens enganam por insatisfação emocional. De acordo com o conselheiro e escritor Gary Neuman, autor de “A verdade sobre a traição”.

Realizou um estudo em que entrevistou vários maridos, tanto aqueles que são infiéis a suas esposas e apeles que nunca traíram suas esposas. Segundo o escritor, os casos extras conjugais acontecem na maioria das vezes no local de trabalho.

Porém, um caso de traição está circulando nas redes sociais desde 2017 e e vem ganhando mais uma nova visibilidade e repercussão, possivelmente por alguém que resgatou o fato que ocorreu na cidade de Itaboraí, no Rio de Janeiro. Uma missionária de uma igreja Evangélica, identificada como Alcimerie Santos, resolveu enviar fotos indecentes para o amante, que é um pastor do Rio de Janeiro, que por cima de tudo é casado. O caso veio à tona após a esposa do pastor ver as fotos enviadas pela amante no celular do esposo.

Logo a mulher ficou revoltada com a situação e resolveu expor a amante do marido nas redes sociais. A foto divulgada nas redes sociais aparece a missionária apenas de roupas íntimas e com um coelho na mão. Logo após a publicação da foto, a amante e o pastor começaram a receber uma enxurrada de comentários criticando a postura indecente dos amantes.

Por outro lado, a amante devido ao caso ter tido uma grande repercussão, disse que ela estava recebendo muitas mensagens ofensivas e por causa disse ela ia excluir sua conta na rede social Facebook.

Conforme relatos, o caso aconteceu no mês de novembro deste ano, mas continua sendo republicado como se tivesse acontecido no dia de hoje.

O pastor, que não teve o seu nome revelado, confirmou a veracidade dos fatos, alegando que é uma notícia antiga e que apesar de ter traído a esposa, já foi perdoado por ela. Quanto aos fiéis da igreja, ele já tinha se desculpado com os mesmos.

Por fim, o pastor pediu para as pessoas pararem de ficar republicando um fato que já é passado como se tivesse recém-acontecido.

*** Ao que apurado pelo Correio do Interior está em recirculação em redes sociais
O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *