Menina de 9 anos sofre infecção grave após fazer chapinha
PUBLICIDADE

Menina de 9 anos sofre infecção grave após fazer chapinha

Gabriel Kazuo

2 de setembro de 2021
Atualização:02 set 2021 às 16:58

Uma menina de 9 anos precisou raspar todo o seu cabelo, na tarde desta quinta-feira (02), após sofrer de uma infecção no couro cabeludo, por conta de uma alergia causada por uma escova progressiva, a popular chapinha, que foi feita em, seu cabelo, sem a autorização dos pais.

Segundo o pai de Yasmin, ele teria levado a filha para cortar o cabelo, e teria saído para resolver algumas coisas. Quando voltou para buscar a menina, ele descobriu que uma funcionária do salão onde ela cortava o cabelo teria realizado a chapinha sem sua permissão. Ele disse que apenas havia pedido o serviço de hidratação.

Ao saber que a cabeleireira estava fazendo um procedimento não autorizado, ele questionou-a sobre o assunto, e ela respondeu que a progressiva não iria fazer mal para o cabelo de Yasmin. Após pagar pelo serviço extra, os dois voltaram para casa.

Alguns dias depois, Yasmin começou a apresentar os primeiros sintomas da infecção, que foram coceira no couro cabeludo e vômitos. Ao levá-la para o pronto-socorro, ele descobriu que Yasmin havia tido uma reação alérgica. Contudo, a situação piorou quando a menina teve um desmaio e precisou ser hospitalizada.

No hospital, foi descoberto que a alergia foi provocada pela chapinha que Yasmin teria feito, e para conter a infecção no couro cabeludo, seria necessário raspar todo o cabelo, deixando-a careca. Os pais disseram que irão processar o salão de beleza. Yasmiin passa bem, mas está abalada.

Pesquisa mostra que chapinhas fazem mal para o cabelo

O problema de Yasmin não é raro e tampouco uma condição genética incomum. De fato, pesquisas mostram que as chapinhas, ou escovas progressivas fazem mal para os cabelos, causando danos irreversíveis aos fios e couro cabeludo, em sequência. 

Isso se deve ao fato de que o calor gerado pela chapinha danifica a queratina, substância produzida para deixar o cabelo resistente. Inclusive, foi descoberto que pessoas de cabelo crespo estão mais propensos a terem problemas capilares por conta da chapinha, do que pessoas com cabelo liso.

Sendo assim, não é recomendado que salões de beleza realizem tal procedimento, e se fizerem, devem pedir autorização para o consumidor e alertar sobre os riscos que tal procedimento pode causar.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *