Marido finge própria morte para escapar de assassino contratado pela esposa


12/09/2019 l Atualizada em - 12/09/2019 às 0:34

Em uma história digna de um enredo de filme de Hollywood, o treinador de boxe Ramon Sosa, 50 anos, simulou a própria morte para enganar a esposa, que havia contratado um assassino de aluguel para matá-lo, em Houston, no Texas.

O caso aconteceu em 2015, mas somente agora Ramon saiu do anonimato para revelar detalhes do plano macabro para acabar com sua vida. O caso foi destaque nesta quarta-feira no jornal americano The Sun

Em processo de divórcio, mas ainda vivendo sobre o mesmo teto, sua esposa, Lulu, havia contratado um assassino profissional por US$ 1,5 mil (cerca de R$ 6 mil) para matá-lo.

O que ela não sabia era que a pessoa escolhida para intermediar o assassinato, ou seja, o contratador do matador, era amigo de Ramon, que foi avisado sobre o plano.

Ramon procurou a polícia, mas foi alertado que, sem provas, seria impossível prender sua mulher, e sugeriram que ele simulasse  sua morte para que a polícia pudesse realizar um flagrante. Ele foi maquiado como se tivesse sido baleado na cabeça e um policial disfarçado, com as fotos do marido eliminado, foi cobrar a dívida da esposa. Ela foi presa no exato momento em que pagava pelo assassinato.

Ela foi condenada a 20 anos de prisão.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *