PUBLICIDADE

Mãe coloca fogo no corpo da filha após morte de overdose

Igor Juan

27 de outubro de 2021
Atualização:27 out 2021 às 19:41

Uma jovem que morreu por overdose em uso de drogas, teve seu corpo queimado pela própria mãe em Campinas, interior de São Paulo. O  caso ocorreu em 2018, porém apenas três anos depois do caso a mãe da jovem confessou que o crime.

O depoimento foi ouvido pelo delegado titular do DHPP Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, Rui Pegolo, nesta terça-feira 26 de outubro.

Apesar da confissão, ela não foi presa, porque não houve flagrante. A investigação que foi aberta depende ainda dos resultados dos exames de DNA.

Segundo Pegolo, a mãe disse ter problemas com drogas e contou que não teve como socorrer a filha., que morreu em 18 de abril na casa onde elas moravam juntas.

Depois da morte da filha, para que não suspeitassem dela, a mulher decidiu atear fogo e esconder o corpo em outro local para que ela não fosse identificada.

Conforme o delegado, as informações coincidem com um caso de 5 de maio de 2018, quando moradores de uma fazenda da cidade de Monte Mor encontraram o corpo.

Os restos mortais carbonizados estavam desde então sem qualquer identificação e a expectativa da polícia é que exames de DNA comprovem a identidade da jovem.

A mãe forneceu material genético e a Polícia Civil aguarda o laudo e o resultado do exame de corpo de delito que foi feito em 2018. A ossada já foi enterrada.

Igor Juan

Jornalista editor-chefe do Correio do Interior. Formando pela faculdade ESACM Sorocaba. Atuou na RedeTV!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *