Lázaro Barbosa matou mulher em ritual satânico e arrancou suas orelhas

Redação

21 de junho de 2021
Atualização:21 jun 2021 às 12:04

A Polícia Civil do Distrito Federal  concluiu que a quarta vítima da chacina que matou pai, mãe e dois filhos no município de Ceilândia (DF), foi usada por Lázaro Barbosa em um ritual satânico.

A vítima Cleonice Marques de Andrade de 43 anos, que foi sido levada pelo criminoso após vê-lo matar seu marido e os dois filhos, foi encontrada morta dois dias depois em um córrego, sem roupa, sem as orelhas e com cortes profundos nas nádegas.

Próximo do local também foram encontradas várias camisinhas usadas, indicando que a mulher poderia ter sofrido abuso sexual. A polícia chegou até a casa em que Lázaro vivia, e lá foram encontrados vários objetos utilizados em cultos satanistas.

Em um vaso, a polícia encontrou mechas de cabelo e uma orelha, que batem com as características de Cleonice. Além de cédulas de real e cachaça.

Na casa também foram encontrados diversos pentagramas desenhados no chão e na parede, além de desenhos de cruz invertida.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *