Jornal Cruzeiro destaca ações dos 100 dias do Governo Rodrigo Manga em Sorocaba
PUBLICIDADE

Jornal Cruzeiro destaca ações dos 100 dias do Governo Rodrigo Manga em Sorocaba

Redação

4 de abril de 2021
Atualização:04 abr 2021 às 14:23

O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) completa 100 dias de governo, e o jornal Cruzeiro do Sul faz um balanço desse início de administração. Segundo Manga, ao assumir a gestão, em 1º de janeiro de 2021, encontrou desafios em todas as áreas da administração pública, além de um cenário complexo de pandemia e a necessidade de recolocar Sorocaba na rota do crescimento.

“A pandemia só agravou toda a situação política que já existia na cidade. Viemos de um período de quatro anos de muita instabilidade, que causou uma série de insegurança. Nossos esforços são para criar uma estabilidade e um momento favorável de atração de novas empresas, para que Sorocaba volte a crescer. Por isso, estamos trabalhando incansavelmente em favor da população, passando essa segurança de que o governo municipal está preocupado com a pandemia, com a questão da indústria, com o relacionamento harmônico, com os governos estadual e federal e com parcerias com a iniciativa privada. Nosso partido é Sorocaba e o momento, agora, é de agregar todas as forças”, destaca o prefeito.

Saúde tem sido a principal prioridade do Governo Rodrigo Manga

Visando a aquisição de, pelo menos, 300 mil doses de vacinas contra a Covid, o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, já assinou protocolo de intenções com quatro laboratórios e lançou uma campanha de arrecadação para o fundo municipal de saúde, para a aquisição de vacinas e de outros recursos de enfrentamento do coronavírus.

“Nosso maior objetivo, agora, é a aquisição da vacina para garantir a imunização em massa dos sorocabanos, pois, além de preservar vidas e atender aos anseios da população, automaticamente estimula a economia da cidade que poderá andar em paralelo”, destaca Manga.

Sorocaba também já teve o número de leitos ampliado em 120% desde o início de sua gestão. “No início do ano, quando assumimos, a cidade estava com 100% dos leitos ocupados. Fizemos uma parceria com a Santa Casa e outras instituições para rapidamente criarmos leitos de UTI e também voltamos a discutir a criação do hospital municipal, por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Estamos trabalhando também na descentralização do Samu, buscando mais eficiência no atendimento”.

Confira as principais ações na área da saúde

Vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de Sorocaba segue regularmente a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, imunizando os grupos prioritários, de acordo com o Plano Nacional de Imunização (PNI). Aproximadamente 98 mil doses já foram aplicadas na população, o que equivale à imunização de quase 72 mil pessoas, entre a primeira e a segunda doses. O município já recebeu do governo do Estado de São Paulo um total de 101.257 doses das vacinas contra a Covid-19, sendo 13.540 da AstraZeneca (Oxford) e 87.717 da CoronaVac (Sinovac).

Além disso, tomou outras medidas para tentar agilizar a vacinação em massa para a população sorocabana. Em 11 de março, a Prefeitura enviou à Câmara Municipal, em caráter de urgência, um projeto de lei que ratifica o protocolo de intenções com a finalidade de adquirir vacinas, medicamentos, insumos e equipamentos. A proposta já foi aprovada pela Câmara.

“Entendemos que há urgência na necessidade de vacinação, não só para frear um iminente colapso generalizado na saúde em nível nacional, como para retomarmos, o quanto antes, a atividade econômica, a geração de empregos e renda, e o convívio social”, diz Manga.

Dentre os embasamentos para o projeto de lei aprovado pela Câmara de Sorocaba, está a Lei nº 534, de 2021, sancionada pela Presidência da República, que facilita a compra de vacinas pela União, pelos governos estaduais e municipais, e também pela iniciativa privada.

300 mil doses

Assim, a Prefeitura de Sorocaba quer adquirir até 300 mil vacinas, com recursos próprios e por meio de parceria com a iniciativa privada. Sorocaba já se prepara para tal aquisição e atualmente ocupa a segunda posição na lista de negociações da compra da vacina Janssen, do grupo Johnson & Jonhson, atrás somente da cidade de São Paulo. Além da Janssen, que é aplicada em dose única, a Prefeitura já assinou outros protocolos de intenção de compra. Uma delas é a americana Novavax.

O prefeito diz que Sorocaba está perto de realizar a compra. “Recebemos a informação que uma capital do País já está em contato com uma empresa para a aquisição dessas doses e Sorocaba seria a próxima a conseguir. Queremos adquirir essas doses o mais rapidamente possível para imunizar nossa população”, ressalta.

Vacina Sorocaba

Com o objetivo de promover ampla divulgação da possibilidade de compra de vacinas, custeio de leitos Covid, insumos e equipamentos de saúde, em parceria com a iniciativa privada, a Prefeitura de Sorocaba, lançou no último dia 23 de março, a campanha inédita “Vacina Sorocaba”. As arrecadações servirão exclusivamente e integralmente para o auxílio do Poder Público nas ações de enfrentamento da Covid-19.

Empresários e cidadãos interessados podem contribuir de duas formas: doação em dinheiro ou em materiais de saúde. É importante destacar que os recursos doados poderão ser investidos em todas as ações de enfrentamento à pandemia, e não somente na compra de vacinas.

O objetivo da campanha “Vacina Sorocaba” é somar forças, de modo que, tão logo seja possível a compra de vacinas pelo município, seja garantida uma rápida imunização da população.
O prefeito Rodrigo Manga destaca que o momento é de união de todos no combate à Covid-19.

Ampliação de leitos Covid

Em 6 de janeiro, a Prefeitura anunciou a primeira ampliação de leitos Covid na cidade para o enfrentamento da pandemia. Foram contratados mais 15 leitos de UTI Covid na UPH Zona Leste. Com essa ampliação, a cidade chegou ao total de 50 leitos de UTI municipalizados, sendo os outros 40 no hospital Santa Casa.

No início de março, a atual gestão anunciou mais 73 novos leitos Covid para ampliar assistência à população. A estrutura predial da Unidade Básica de Saúde (UBS) São Guilherme foi transformada em Centro de Estabilização Covid, com 20 leitos, sendo três de Suporte Ventilatório Avançado e o restante, clínicos.

Na ocasião, também foi anunciada a ampliação de mais 20 leitos Covid, chegando ao total de 40. Após 20 dias, o Centro de Estabilização totalizou 60 leitos para atender os acometidos com a doença. Deste total de leitos, 23 são de Suporte Ventilatório Avançado para atender casos mais complexos e os demais, clínicos.

Em paralelo, a Prefeitura de Sorocaba também fechou contrato com o Hospital Amhemed de Sorocaba, para a aquisição de mais 13 leitos Covid, sendo 10 clínicos e três de UTI. “Quando assumimos a gestão, em janeiro deste ano, nos deparamos com uma cidade que tinha 100% de ocupação da UTI Covid e, imediatamente, contratamos 15 leitos com a Santa Casa. Agora, mais uma vez, tomamos essas medidas rápidas, para garantir o atendimento à população. Continuaremos lutando pela saúde dos sorocabanos”, disse Manga.

Centro de estabilização Covid

Com o objetivo de ampliar a assistência de combate à pandemia da Covid-19 na cidade, a Prefeitura de Soro­caba transformou, em 3 de março, a estrutura predial da Unidade Básica de Saúde (UBS) São Guilherme em Cen­tro de Estabilização Covid. Já no dia 14, a Unidade Pré-Hospitalar (UPH) Zona Oeste também foi transformada em um Centro de Estabilização, o segundo em operação.

O novo Centro conta com 35 leitos Covid, sendo 23 de Suporte Ventilatório Avançado e 12 de Enfermaria. Além disso, no local também são feitos atendimentos de Pron­to Atendimento para pacientes com sintomas da Covid-19, 24 horas por dia, no sistema de “portas abertas”.

UBSs “sentinelas”

Para fortalecer a assistência à Covid-19, desde 29 de março, a Prefeitura transformou seis Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em UBSs “sentinelas”. As seis unidades atendem exclusivamente pacientes com suspeita da doença, das 7h às 17h. As unidades são: UBS Éden; UBS São Bento; UBS Hortência; UBS Simus; UBS Fiori e UBS Vitória Régia.

Além dessas UBSs “sentinelas”, os atendimentos Covid continuam sendo realizados nas UPHs Norte, Leste e Oeste (atual Centro de Estabilização), além da UPA Éden e dos PAs Laranjeiras, Carandá, Brigadeiro Tobias e Sorocaba I.
Mais leitos nas UPHs e UPAs

No dia 24 de janeiro, a Prefeitura de Sorocaba contratou mais cinco leitos de UTI Covid na UPH Zona Leste. Mais recentemente, as UPHs Norte, Leste e Éden receberam 20 novos leitos Covid, cada uma, além de reforço da equipe assistencial, inclusive com serviços especializados na área de Fisioterapia.

Na UPH Norte os 20 novos leitos de internação Covid entraram em funcionamento em 29 de março. Na UPH Leste foram mais 20 leitos de observação Covid inaugurados na terça (30) e na UPA do Éden também mais 20 leitos de observação Covid até a próxima segunda (5).

Complexo Hospitalar Municipal de Sorocaba

No dia 20 de janeiro, logo no início da atual gestão, o prefeito Rodrigo Manga participou de reunião com o deputado federal Cezinha de Madureira, sobre o Complexo Hospitalar Municipal de Sorocaba. O objetivo da reunião foi a busca, junto ao governo federal, de recursos necessários para viabilizar a construção do novo Complexo Hospitalar Municipal de Sorocaba.
O interesse da Prefeitura é construir no local uma policlínica, um hospital e, ainda, destinar uma área para a realização de serviços de saúde a serem mantidos pelo Estado.

O projeto vem recebendo atenção prioritária da atual gestão, e deverá ser realizado na área da antiga TCS, na Zona Norte da cidade.

Parcerias público-privadas

No dia 4 de janeiro, o prefeito Rodrigo Manga assinou o Decreto nº 26.048, que cria o Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas e sua Secretaria Executiva, com o objetivo de realizar projetos de parceria público-privada, como, por exemplo, o Complexo Hospitalar.

Descentralização do Samu

Desde 26 de janeiro, a cidade de Sorocaba começou a contar com quatro pontos com ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em diferentes regiões da cidade. A medida foi possível após a descentralização do atendimento para que as ocorrências sejam atendidas com um menor tempo de resposta, chegando gradativamente até 10 minutos de espera.

Além da base do Éden, o Samu também tem ambulâncias nas bases do Corpo de Bombeiros do Cerrado e Herbert de Souza (Zona Norte). O quarto ponto é na própria base do Samu, situada na Vila Tortelli. Atualmente, o Samu conta com sete ambulâncias para atender a população de Sorocaba.

 

Mais habitação com o programa Casa Nova

No início de fevereiro, a Prefeitura de Sorocaba lançou o Programa Casa Nova Sorocaba, e abriu cadastro on-line à população. Trata-se de uma iniciativa alinhada ao Plano de Governo da atual administração, para construção de casas e apartamentos por meio de parceria público-privada (PPP).

O público são os moradores que, há anos, têm onerada parte significativa da sua renda com o aluguel e que, agora, terão a possibilidade de arcar com o financiamento do imóvel, por um valor bem abaixo do mercado. Isso graças à contrapartida da Prefeitura, que vai ceder o terreno com toda infraestrutura para as construtoras executarem as obras.

O programa possibilitará a construção de unidades habitacionais de interesse social mescladas com unidades do mercado imobiliário.

Parte dessas casas e apartamentos será doada pela Prefeitura às famílias em situação de extrema vulnerabilidade social cadastradas na Secretaria da Habitação e Regularização Fundiária, que não têm renda nenhuma ou que moram em áreas de risco.

Outra parte será destinada àquelas pessoas que pagam aluguel e poderão adquirir o imóvel próprio, pagando um valor da parcela bem menor que o aluguel, financiando sua casa ou apartamento por valores de R$ 30 mil, R$ 60 mil ou R$ 100 mil, conforme a renda.

O restante será vendido pelas construtoras no mercado. Após vistorias técnicas feitas no início de janeiro, a Secretaria de Habitação (Sehab) definiu sete áreas institucionais, já com infraestrutura, para receber os empreendimentos do programa Casa Nova Sorocaba nesta primeira fase: Jardim Botucatu, Dinorá Rosa, Parque São Bento, Jardim São Camilo, Jardim Santa Catarina e Jardim Imperatriz. Será criado um plano urbanístico para essas áreas, melhorando o potencial construtivo.

Leia mais  GCM impede furto em escola e uma pessoa é detida em Sorocaba

Mais de 34 mil pessoas cadastradas

Até 1º de março, 34.761 cadastros foram feitos no programa Casa Nova Sorocaba. Somados ao cadastramento feito desde dezembro, o total chega a 71.903 inscritos. O público-alvo são pessoas que residem há cinco anos ou mais na cidade, com renda bruta familiar de até seis salários mínimos.

Cadastro pode ser feito até 31 de julho

O cadastro no Casa Nova Sorocaba pode ser realizado até o dia 31 de julho, pelo site da Prefeitura. Para facilitar, os interessados deverão estar com os documentos de todos os integrantes da família em mãos: RG, CPF, comprovante de estado civil, comprovante de renda (holerite, beneficiário previdenciário, declaração de renda do empregador, entre outros) e comprovante de residência atualizado e com endereço de Sorocaba.

As famílias serão priorizadas pela faixa de renda bruta familiar, ou seja, começando pelas famílias que mais necessitam. A Sehab vai utilizar também o cadastro em programa habitacional feito em anos anteriores, portando não será necessário um novo cadastramento.

Regularização fundiária

Desde o início da atual gestão, a Prefeitura está realizando contato com famílias que residem no Núcleo Habitacional Jardim Nova Esperança III Área I, Habiteto, Jardim Santa Cecília, Vila Barão, Núcleo São Sebastião, Chácara do Kima e Comunidade Santa Cecília.

O objetivo é que esses moradores façam a atualização cadastral e compareçam à Sehab para que os imóveis sejam regularizados. A expectativa é que eles recebam a tão sonhada escritura de suas casas já neste primeiro semestre.

Bairro do Mineirão

Já no segundo semestre, a regularização fundiária será no bairro do Mineirão, onde 25 famílias vivem há mais de 20 anos em uma Área de Especial Interesse Social. A Sehab vai reavaliar o levantamento topográfico e cadastral, pois há famílias que estão inseridas em Área de Preservação Permanente (APP) do Rio Sorocaba.

Esses moradores serão realocados no Programa Casa Digna, que permitirá que a Prefeitura de Sorocaba promova a doação de terrenos públicos nas proximidades, com toda a infraestrutura necessária.

Além disso, em parceria com universidades e faculdades, estudantes de Arquitetura e Urbanismo e técnicos da Sehab desenvolverão e ofertarão protótipos de plantas sociais, conforme o perfil de cada família.

Casa Digna

Instituído pelo Decreto Municipal nº 26.065, de 11/1/2021, o programa Casa Digna tem como intuito amparar as famílias sorocabanas que mais precisam de uma moradia digna. Por meio da regularização fundiária, a Prefeitura garante o direito social à moradia, a segurança jurídica do morador e o pleno desenvolvimento das funções sociais da propriedade urbana.

Iniciativas para empreendedorismo

Parque Tecnológico e empreendedorismo

O Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) sediou, no dia 4 de março, o lançamento do Programa Articuladores Regionais de Políticas Públicas, fruto de uma parceria entre o Sebrae-SP e a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O objetivo é articular a formação de uma rede de agentes regionais, com foco na implementação de políticas públicas para o fomento do empreendedorismo em todas as 28 regiões onde atua o Sebrae no Estado.

“Decidimos participar de todas as parcerias que possam trazer benefícios imediatos para a nossa população, principalmente no que diz respeito à geração de empregos. Precisamos de união, para fazer da Região Metropolitana de Sorocaba a melhor do País”, afirmou o prefeito Rodrigo Manga.

1ª Escola de Economia Criativa em um Centro de Inovação

A Prefeitura, por meio do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) e em parceria com o Senac local, lançou, em 22/2, a primeira Escola de Economia Criativa do Estado de São Paulo em um centro de desenvolvimento e inovação.

O projeto visa oferecer cursos para que os empreendedores locais possam adquirir novos conhecimentos e ferramentas para trabalhar, criar soluções e gerar conexões na comunidade e no ecossistema da economia criativa.

Programa qualificação empreendedora

A Prefeitura estabeleceu uma parceria com o Sebrae para criar o maior programa de qualificação empreendedora do município. Nomeado como “Plano de 100 Dias”, o projeto é um pacote de programas que trazem ações de políticas públicas empreendedoras para o desenvolvimento local.

São três pilares de atividades baseados na estratégia de alavancar as vendas dos negócios locais e capacitar em massa pessoas que recorrem ao empreendedorismo como alternativa de obtenção de emprego e renda, além de ampliar a educação empreendedora nas escolas.

O objetivo é apoiar os gestores municipais a alavancarem o acesso dos pequenos negócios ao mercado governamental. De acordo com a legislação, municípios e consórcios podem implementar políticas que estabeleçam regimes preferenciais previstos em lei, garantindo a participação das micro e pequenas empresas de forma simplificada e prioritária nas diferentes modalidades de compras públicas, como as concorrências e os pregões.

Volta às aulas na rede municipal de ensino

Conforme planejamento das Secretarias de Educação e de Saúde, o início do ano letivo ocorreu em 8 de fevereiro, inicialmente de maneira remota, seguindo modelo das Atividades Não Presenciais (ANPs). Neste primeiro momento, as escolas utilizam ferramentas digitais, como redes sociais, aplicativos de mensagem, plataformas ou atividades impressas, que podem ser retiradas nas unidades.

“Plano de 100 Dias”

O “Plano de 100 Dias” contempla também capacitação técnica e de gestão, pelo programa Empreenda Rápido, parceria do Sebrae-SP com o Governo do Estado. Nele, pessoas físicas, MEIs (Microempreendedores Individuais), MEs (Microempresas) e EPPs (Empresas de Pequeno Porte) podem se inscrever em cursos técnicos ministrados pelo Senac e Senai ou de gestão com o Sebrae.

Os concluintes ainda têm acesso a novos mercados e podem solicitar crédito orientado e facilitado. O plano visa, ainda, fortalecer a pauta de Sorocaba para a educação empreendedora, por meio dos programas de apoio do Sebrae, como “Jovens Empreendedores: Primeiros Passos (JEPP)”, “Crescendo e Empreendendo” e “Vai Lá e Faz”. O propósito é, oportunamente, inscrever o tema por norma (lei ou decreto) em todas as etapas da educação local.

ETA Vitória Régia já opera em fase de teste

Prevista para ser inaugurada em maio, a Estação de Tratamento de Água do Vitória Régia já opera em fase de testes. O empreendimento é um marco na história da cidade. Isso porque a ETA Vitória Régia capta água diretamente do Rio Sorocaba e é a única na América Latina que utiliza o ozônio no tratamento, uma tecnologia inovadora que garante alto nível de pureza da água.

A unidade está operando com carga de 250 litros de água por segundo, em fase de ajustes no sistema. Quando estiver a todo vapor, terá capacidade para produzir 750 litros de água tratada por segundo, com possibilidade de duplicar esse volume depois.

Processo seletivo on-line para estágio

A Secretaria de Recursos Humanos (Serh) fez edital de processo seletivo on-line para estágio em diferentes Secretarias da Prefeitura de Sorocaba, voltado a estudantes dos Ensinos Técnico e Superior. As inscrições acontecem entre os dias 16 de abril e 3 de maio e todas as etapas serão realizadas pelo site do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE): www.ciee.org.br.

As secretarias municipais oferecem vagas de Ensino Superior aos alunos matriculados em uma série de cursos. Há ofertas voltadas aos estudantes de Ensino Técnico. De acordo com o edital, os classificados podem ser selecionados para estagiar ao longo de 2021, conforme a demanda de cada secretaria. A remuneração mensal consiste em bolsa-auxílio e auxílio-transporte. Mais informações: www.ciee.org.br

Por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), a Prefeitura incentiva a adoção de espaços públicos no programa Adote uma Praça. Assim, toda pessoa, indústria, empresa, igreja, condomínio ou instituição pode ajudar a manter praças, parques, canteiros, áreas verdes e sistemas de lazer da cidade. Ao assinar o convênio, o interessado assume o compromisso de cuidar do local. Em contrapartida, tem o direito de instalar placas de identificação da adoção do espaço.

Ações de Segurança Pública

Centro de Operações Integradas (COI)

A Prefeitura de Sorocaba já deu início à criação do Centro de Operações Integradas (COI). O sistema unificará as informações coletadas por videomonitoramento, que serão compartilhadas com todas as forças de segurança pública do município.

Com esse projeto, serão utilizados equipamentos e sistemas analíticos, inteligentes e integrados, compostos de sensores perimetrais externos, sensores internos, softwares e câmeras em todos os próprios públicos.

Segundo o prefeito Rodrigo Manga, o COI é uma ação integrada que envolve Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar e Polícia Civil, tornando muito mais eficiente e moderna a gestão de segurança na cidade.

Combate aos pancadões

A Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM) realizam quase que diariamente a chamada operação integrada, com patrulhamento preventivo para coibir a realização de pancadões e aglomerações, como forma de prevenção à Covid-19.

Segundo a Prefeitura de Sorocaba, a GCM mantém o trabalho de inteligência para identificar onde e quando ocorrerão os pancadões. A corporação ainda conta com o apoio da população, que pode informar sobre possíveis locais.

“Houve uma diminuição de 80% nas ligações feitas para os números 190 e 153, da PM e GCM, comunicando ocorrências de aglomerações, pancadões e estabelecimentos comerciais em funcionamento irregular. Entendo que essa diminuição acontece em razão das operações integradas que temos realizado, sobretudo nos fins de semana”, diz o secretário o secretário de Segurança Urbana (Sesu), Coronel Vitor Gusmão.

Fiscalização de ruído de motocicletas

Constantemente, ação integrada de vários órgãos realiza a chamada blitz de controle de ruído emitido pelo escapamento de motocicleta. Tais ações resultam em autuações e motos apreendidas, e ocorrem em várias regiões da cidade.

Trata-se de uma ação conjunta para coibir a poluição sonora causada pelo escapamento de motocicletas, o que gera incômodo e potenciais danos à saúde da população, como estresse, cansaço, dor de cabeça, dentre outros.

Durante as ações de fiscalização, motocicletas são abordadas e encaminhadas para a medição de ruído feita pelo corpo técnico da Sema, ficando sujeitas às autuações por infrações ambientais, no valor de R$ 2.595,17, baseada na Lei Municipal nº 11.367, de 12 de julho de 2016.

As medições feitas por técnicos da Sema são realizadas por meio de um aparelho chamado sonômetro, que mede o som. A Sema disponibiliza uma pesquisa on-line para identificar quais as principais vias da cidade com maior incidência desse tipo de poluição sonora.

Os locais são passados às autoridades de segurança para o planejamento das próximas ações. Para participar da pesquisa, basta acessar o formulário no site: meioambiente.sorocaba.sp.gov.br.

Acolhimento, auxílio e oportunidade

Campanha ‘A fome não é fake’

A pandemia trouxe, como consequência, desemprego e diminuição ou perda da renda de muitas famílias no País. Não é diferente em Sorocaba. Na busca de soluções, a Prefeitura lançou a campanha #AFOMENAOEFAKE. Iniciada em 18 de março, a campanha foi feita a partir de uma parceria entre o Fundo Social de Solidariedade, a Secretaria da Cidadania (Secid), a Arquidiocese de Sorocaba e igrejas de diversas religiões.

A iniciativa já duplicou sua meta inicial e arrecadou, em menos de 15 dias, mais de 3.500 cestas básicas, que foram doadas a famílias em situação de vulnerabilidade social ou que estejam passando por necessidades emergenciais.

O apelo feito pela primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Sirlange Frate Maganhato, vem sensibilizando toda a comunidade da região.

“Muitas pessoas perderam seus empregos ou tiveram a renda familiar bastante reduzida com a situação atual. Por isso, estamos nos unindo para dar assistência às famílias sorocabanas que precisam. Todos podem participar e contribuir. Quem não puder doar uma cesta básica, pode entregar um quilo de arroz ou feijão, uma lata de óleo ou pó de café, o que for possível”, afirma a primeira-dama.

Grandes companhias também estão contribuindo e já doaram cerca de 4 toneladas de alimentos à campanha, encaminhadas para igrejas católicas e evangélicas. Com isso, muitas outras cestas serão montadas, além das 2 mil iniciais. É um auxílio que fará muita diferença para as famílias beneficiadas neste momento crítico.

Mais informações sobre a campanha #AFOMENAOEFAKE e como ajudar podem ser obtidas junto ao Fundo Social de Solidariedade, pelo telefone: (15) 3238-2503 ou pelo e-mail: fss@sorocaba.sp.gov.br.

Transporte com mais cuidado e tecnologia

Ônibus equipados com proteção antiviral

Em 26/1, o sistema de transporte coletivo de Sorocaba passou a contar com quatro ônibus equipados internamente com proteção antiviral e antibacteriana, inclusive contra a Covid-19.

Foram os primeiros veículos do transporte público de toda a região a contar com essa tecnologia. Trata-se de uma iniciativa da prefeitura em parceria com a empresa ChromaLíquido Soluções Tecnológicas. As linhas que receberam os ônibus antivirais são: 81 Carandá, 73 Júlio de Mesquita, 53 Éden e 82 São Bento. Bancos, balaústres, corrimãos e catracas dos veículos foram revestidos com o tecido que dá essa proteção especial.

O material consegue inativar em 99,99% o vírus responsável pela Covid-19. “É mais um passo na guerra contra o coronavírus. A intenção é equipar mais ônibus da frota com essa tecnologia inovadora”, disse Manga.

Prefeito e secretários cedem carros oficiais

Com o objetivo de melhorar a qualidade do atendimento e ampliar o transporte de pacientes, a Prefeitura de Sorocaba remanejou mais 20 carros à Secretaria da Saúde (SES).

O ato ocorreu em 5 de janeiro. Com isso, a pasta passou de 25 para 45 veículos, entre carros, ambulâncias e micro-ônibus à disposição dos cidadãos que necessitam de locomoção para comparecerem em consultas e exames.

A ampliação da frota foi possível por meio de um remanejamento da frota já existente. Os carros que seriam usados pelos secretários municipais foram transferidas à Saúde, para beneficiar a população. Dos 20 veículos cedidos, dois são próprios da Prefeitura de Sorocaba e 18 são locados.

O serviço de transporte atende aproximadamente mil pacientes/mês, além dos 480 cadastrados no tratamento de hemodiálise.

Melhorias para motoristas por aplicativos e passageiros

A prefeitura lançou em 18/2 um conjunto de ações que contemplam melhorias, sobretudo, para motoristas por aplicativos e passageiros. Foram anunciadas quatro iniciativas.

A primeira é a criação de uma Comissão que terá prazo de 90 dias para concluir estudos, a fim de regulamentar as atividades dos motoristas por aplicativos em Sorocaba, em conformidade com as necessidades da categoria.

A normatização será feita cumprindo todas as determinações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Espaços e vagas em pontos estratégicos

Outra novidade é a implantação de espaços e vagas exclusivas para embarque e desembarque de passageiros em locais estratégicos da cidade, com a demarcação desses pontos. São mais de 35 vagas no total, em 18 pontos.

Shoppings e grandes centros de vendas

Também foram criados espaços e vagas exclusivas para embarque e desembarque em shoppings e outros grandes centros de vendas, ainda neste semestre, em parceria com a iniciativa privada. A Comissão recém-criada vai discutir e definir os melhores pontos.

“Não importa se são taxistas, motoristas por aplicativos ou condutores em geral; servem exatamente para trazer mais comodidade, segurança e agilidade no trânsito”, explica o secretário da Semob, Carlos Eduardo Paschoini.

Parada em pontos de ônibus

A quarta ação anunciada é a autorização de parada de veículos nos pontos de ônibus, também exclusivamente para embarque e desembarque de passageiros, a fim de proporcionar mais rapidez e segurança nos atendimentos e na integração intermodal.

60 novos ônibus tecnológicos

A frota do transporte público coletivo de Sorocaba passou a contar desde 2/4 com 60 ônibus zero quilômetros, equipados com ar-condicionado, sistema de internet sem fio e acessos USB para carregar celulares e outros aparelhos eletrônicos. Três deles são chamados de superarticulados, pois têm 23 metros de cumprimento, com maior capacidade de transporte de passageiros.

A entrada em funcionamento desses novos veículos é decorrente da contratação da empresa City Transporte Urbano Intermodal, que substitui a Sorocaba Transportes Urbanos (STU) na operacionalização do chamado lote 2 do transporte coletivo.

O lote 2 abrange 59 linhas nas regiões Oeste, Leste e Sul da cidade. A nova empresa inicia as atividades em todas essas linhas, já com o nome estampado nos veículos. A City vai rodar com 153 veículos no total, mesmo número da frota da empresa anterior. Além desses 60 ônibus de modelo mais tecnológico, outros 43 também serão zero-quilômetro, mais modernos que os atuais em operação, e outros 50 foram adquiridos da STU.

Outro detalhe é que os carros novos são equipados com Motor Euro 5, que garante reduzido impacto ambiental. A City fará a substituição da frota de forma gradativa e assumiu ainda a contratação dos funcionários da STU, respeitando todos os direitos trabalhistas.

A nova empresa foi selecionada para prestar o serviço de forma emergencial, por prazo de até 180 dias, após pesquisa de mercado e cotação de preços, realizadas pela Urbes.

Gerar empregos e negócios, além de reduzir impostos

Arrecadação cresce 11,08% no 1º trimestre

Desde o início da nova gestão, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz), registrou um aumento da arrecadação de 11,08%, ou R$ 74,8 milhões a mais, no 1  trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Descontada a inflação, o crescimento real foi de 6,27%.

O total arrecadado nos três meses de 2021 foi de R$ 750.489.731,08, contra R$ 675.646.053,68 no 1  trimestre de 2020.

Os dois maiores aumentos na arrecadação, no primeiro trimestre de 2021, foram registrados no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e no ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis).

“Estamos confiantes que vamos superar esta crise que estamos vivendo em razão da pandemia da Covid-19, não apenas na área da saúde, como também no setor econômico”, pontua o prefeito Manga.

PAT potencializa vagas e amplia locais de atendimento

Uma série de ações voltadas à intermediação de mão de obra no município e implementadas pelo Posto de Atendimento ao Trabalho (PAT) contribuiu para que fevereiro de 2021 registrasse um crescimento de 65,8%, no número de contrações, na comparação com o mesmo período de 2020.

Outra ação importante foi a retomada dos atendimentos do PAT nas Casas do Cidadão. A cidade agora conta com quatro unidades: Ipiranga, Ipanema, Itavuvu e Éden. Informações sobre as vagas de emprego no site: https://empregabrasil.mte.gov.br ou no aplicativo SineFácil.

As mídias sociais da Prefeitura também divulgam as oportunidades diariamente. Presencialmente, é possível se dirigir ao PAT Centro ou às Casas do Cidadão Éden, Itavuvu, Ipiranga e Ipanema, levando RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Mais informações: (15) 3229-2880.

MEIs: 5º lugar em ranking geral estadual

No primeiro bimestre, Sorocaba formalizou 2.104 microempreendedores individuais (MEIs) e atingiu o 5º lugar do ranking geral do Estado de São Paulo, atrás apenas de São Paulo, Guarulhos, Campinas e Ribeirão Preto.
Espaço Empreendedor

As pessoas que pretendem abrir o seu negócio, seja comércio ou prestação de serviços, encontram no Espaço Empreendedor um ponto de apoio, onde esclarecem dúvidas, além de poderem abrir o MEI, obter inscrição municipal, emitir boletos, declarar IR, bem como todos os trâmites para estarem aptas à emissão de Nota Fiscal de Serviços.

Tudo isso graças a uma parceria com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), que mantém um pólo no local. O Banco do Povo Paulista também pode ser acessado na mesma estrutura.

São oferecidos os seguintes serviços no Espaço Empreendedor: formalização, registros municipais (alterações e baixas de MEI), Cadastro na Jucesp (Junta Comercial do Estado de SP), credenciamento para Nota Fiscal de Serviços, alteração e baixa de empresa, atualização dos dados cadastrais da empresa e parcelamento do MEI.

Ainda é possível emitir CNPJ, Certificado do MEI, inscrição estadual, boletos do DAS e declarar o IR do MEI. Para agendar o atendimento, o munícipe pode acessar o portal da Prefeitura. O Espaço Empreendedor fica na Av. Afonso Vergueiro, 1.927, e o atendimento é de segunda a sexta-feira, por agendamento, das 10h às 15h.

Projeto ITBI Social

Por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz), a Prefeitura apresentou e, 26/2, o Projeto de Lei chamado ITBI Social. O objetivo é promover o acesso ao público de baixa renda e dar a chance de regularização do imóvel já adquirido a quem ainda não possui o registro da escritura.

O ITBI é o imposto cobrado para a transferência de imóveis. Com o ITBI Social, imóveis edificados ou terrenos de até R$ 120 mil ficarão isentos da cobrança. Atualmente, é cobrada a alíquota de 0,5% sobre o valor venal dos imóveis de até R$ 105 mil.

Mais prazo para pagamento de impostos

A prefeitura anunciou, em 25/3, que o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e a Taxa de Fiscalização Instalação e Funcionamento (TFIF) terão suas datas de vencimentos prorrogadas por 90 dias para os trabalhadores autônomos. A decisão visa ajudar no enfrentamento das condições de crise geradas pela pandemia da Covid-19.

Drive-thru para o comércio

A Prefeitura de Sorocaba autorizou os estabelecimentos a utilizarem a vaga em frente aos pontos comerciais para que operem em sistema drive-thru de entrega de mercadorias. O uso desses bolsões teve caráter temporário de 15 a 30 de março. Ficou permitida a utilização de estacionamentos privados para esse tipo de entrega, mediante parceria firmada entre as partes. A autorização para o uso da vaga foi solicitada via requerimento à Urbes. Os casos foram analisados um a um para definir se o pedido era viável, sem que comprometesse normas e fluidez do trânsito.

Crédito para obras de infraestrutura

O Projeto de Lei número 33/2021, do Executivo, foi aprovado em sessões extraordinárias pela Câmara Municipal. Pela medida, a Administração ficou autorizada a contratar operação de crédito de US$ 56 milhões (cerca de R$ 300 milhões). Os valores serão aplicados no Programa de Mobilidade e Desenvolvimento Urbano de Sorocaba, também denominado Desenvolve Sorocaba.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8M5n5lk2