Jogadores do Guarani se pronunciam sobre crise política do clube e pedem mais paz


19/09/2019 l Atualizada em - 19/09/2019 às 11:35

Os jogadores e o treinador do Guarani, Tiago Carpini demonstraram, na tarde de ontem (18), o descontentamento deles, em relação ao ambiente político vivido pelo Bugre. Em vídeo divulgado, alguns atletas e o técnico fizeram um apelo para que a crise política do Bugre se encerrasse o mais rápido possível, para que isso não acabe interferindo no desempenho do elenco.

O ambiente externo do time campineiro não é bom. Há duas semanas, o clube foi surpreendido pela renúncia do ex-presidente Palmeron Mendes Filho e uma abertura de cassação de mandato da chapa atual, que preside o Guarani.

Arthur Rezende, Davó, Lenon, Lucas Crispim, Luiz Gustavo, Michel Douglas e Ricardinho, além de Carpini representaram os profissionais do clube no vídeo e pediram uma trégua nas constantes brigas políticas dentro do Bugre. Até mesmo o atual presidente, Ricardo Moisés, afirmou que o ambiente externo do Bugre precisa mudar.

O Guarani volta a campo neste sábado, quando recebe o Paraná, às 11h.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *