INSS irá realizar pente-fino em milhares de beneficiários
PUBLICIDADE

INSS irá realizar pente-fino em milhares de beneficiários

Redação

14 de janeiro de 2021
Atualização:14 jan 2021 às 16:24

Em setembro de 2020 o INSS – Instituto Nacional do Seguro Social informou que em 2022 irá realizar um  “pente-fino” na conta de milhares de beneficiários.  A notícia então passou a tirar o sono de alguns segurados que estão preocupados se vão ou não continuar a receber o benefício – pagamento do INSS.

O pente fino entre tanto não irá ocorrer  em grupos de pessoas como aposentados por tempo de contribuição e idade; Indivíduos que recebam o benefício previdenciário, por serem portadores de AIDS-HIV;

Aposentados e pensionistas por invalidez, com mais de 60 anos de idade;

Quem possui mais de 55 anos, e que já recebe há mais de 15 anos o benefício por incapacidade, conhecido como auxílio-doença ou invalidez. Nesse caso, a pessoa só pode perder o benefício se houver algum indício de fraude, mas esse grupo não deve entrar no pente-fino do INSS em 2021.

Segundo o INSS, a revisão dos benefícios está relacionada as pendências cadastrais identificadas, que não se enquadram nas regras de concessão do benefício.

O Governo Federal autoriza o INSS por meio do Artigo 69 da Lei Orgânica da Seguridade Social – Lei 8212/1991 a revisar benefícios concedidos nos últimos dez anos para averiguar eventuais irregularidades. O beneficiário que não comprovar seu direito ao pagamento mensal pode ter o benefício suspenso e até cancelado.

Para benefícios com mais de dez anos de concessão, o INSS só pode revisar se houver indício de fraude tem quer ser apontada na própria notificação do instituto federal.

Quem compõe o grupo do pente-fino do INSS

O grupo de beneficiários que passará pelo pente-fino do INSS em 2021 são pessoas que:

Recebem Auxílio Doença (Por manos de 15 anos e que tenha menos de 55 anos) Recebem Auxílio Acidente; tenha aposentadoria por invalidez ou que tenha Benefício Assistencial.

Sendo assim, todos os beneficiários que recebem o auxílio e que se encaixam dentro de um desses quatro grupos receberão uma notificação, e deverão se apresentar na agência do INSS.

É importante que o segurado mantenha atualizado o seu cadastro, de forma que os meios de comunicação estejam corretos, tais como telefone, e-mail e endereço atual. Dessa forma, o segurado não corre o risco de ter o benefício cancelado automaticamente por falta de comunicação entre o INSS e beneficiário.

Fui notificado pelo INSS

Ao ser notificado, o segurado deve ler de forma atenta a notificação, para evitar esquecer algum documento solicitado. É importante que esses sejam legíveis e estejam em excelente estado, e no formato e tamanho adequados.

Aos assegurados pelo auxílio-doença, provavelmente será necessário apresentar novos exames ou um atestado atual. Ou seja, todos os documentos que comprovem a incapacidade devem ser apresentados ao INSS.

Como enviar a documentação solicitada?

Em primeiro lugar, quem passar pelo o pente-fino do INSS em 2021 deverá acessar o Meu INSS via aplicativo (iOS ou Android) ou pelo site. Assim que realizar o seu login, o beneficiário deverá ir em “Atualização de Dados e Benefício”. Em seguida, será necessário anexar uma cópia digitalizada de seu CPF, RG, Certidão de nascimento ou casamento, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho e Previdência Social, além dos demais documentos solicitados.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *