INMET faz alerta de tempestade de chuva em diversos estados
PUBLICIDADE

INMET faz alerta de tempestade de chuva em diversos estados

Igor Juan

2 meses atrás
Atualização:14 out 2021 às 17:02

O Instituto Nacional de Meteorologia – INMET publicou às 7h20 desta quinta-feira (14) um alerta de tempestade com alto grau de perigo, para uma região região oeste do Estado de São Paulo, e ainda parte dos estados de Mato Grosso do Sul e Paraná.

A faixa de alerta inclui a Nova Alta Paulista, que já vivencia situações de instabilidade e rajadas de vento.

De acordo com o Inmet, o alerta iniciou sua vigência às 7h20, com fim previsto para às 00h, o que pode sofrer eventuais alterações. A verificação foi feita pelo Correio do Interior.

O alerta informa riscos potenciais de chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), e queda de granizo. Ainda de acordo com o Inmet, há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Climatempo destaca chuvas para o oeste paulista

Para esta quinta-feira, de acordo com previsão do Climatempo, quase todo o Brasil terá períodos com sol e pancadas de chuva com raios, e em muitas regiões poderão ser fortes. Estas pancadas de chuva devem ocorrer a qualquer hora nos estados da Região Sul, no oeste de SP, no centro-sul e leste de MS, em áreas do sul do PA, TO e região do DF. Chove a qualquer hora também no litoral sul da BA. A chuva mais frequente e volumosa é esperada sobre o interior do PR, no centro, sul e leste de MS e no oeste de SP.

Sol forte e tempo seco no norte da BA, no interior de SE, AL, de PE, da PB e do RN, no CE, em quase todo o PI e MA,  no norte do PA e no interior do AP. Dia de sol e sem chuva também no litoral do  RJ.

Chove de forma passageira no litoral de Salvador a Natal, no litoral do PA e do AP. Pancadas de chuva com raios ocorrem no sul do MA e do PI e no centro-oeste da BA.

De acordo com o Climatempo, essa condição do tempo, para hoje, é decorrente de uma forte queda da pressão atmosférica sobre o Paraguai que gerou nuvens muito carregadas que avançam sobre o Sul do Brasil e o Mato Grosso do Sul e provocam chuva forte e ventania.

Outras nuvens carregadas crescem em várias regiões do país por causa do predomínio do ar quente e úmido. A umidade está baixa no extremo norte do Brasil, entre o Amapá, Ceará e norte da Bahia e por isso poucas nuvens se formam nestas áreas.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *