Greve de ônibus dura mais de um mês em Araçariguama

Gabriel Kazuo - Correio do Interior

19/11/2019 l Atualização 20/11/2019 às 10:55

A cidade de Araçariguama está há um mês sem transporte público. A greve dos funcionários da principal empresa de transporte público da cidade, a Vértion, culminou com a quebra de contrato com a Prefeitura e a falta de ônibus circulando, desde o dia 8.

Uma empresa foi contratada, em caráter emergencial, para pelo menos garantir o transporte escolar dos alunos, porém, sem resultados, pois somente 7 veículos foram disponibilizados. Segundo a Prefeitura, a situação deve ser normalizada nesta quarta-feira (20) com o aluguel de seis novos ônibus. Também houve um acordo com o Sindicato dos Rodoviários, que vai disponibilizar os motoristas, demitidos pela Vértion, para operarem os veículos. Durante este período de aluguel, o uso dos ônibus será gratuito para a população. 

Entenda o caso

A Prefeitura de Araçariguama, no dia 8 de Novembro rompeu o contrato com a principal empresa de transporte público da cidade, a Vértion, por falta de cumprimento dos acordos trabalhistas, que culminou com uma greve que dura desde o dia 22 de Outubro.

A ideia do Prefeito era contratar uma empresa temporária, no dia 11, para tentar diminuir os impactos da paralisação na população, porém, a medida não deu certo. Para piorar, o acordo da Vertion com a prefeitura, de manter 70% da frota circulando não foi cumprida, pois a empresa alegou falta de dinheiro até para comprar combustível.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *