Governo de SP antecipa férias escolares em Fase emergencial mais restrita
PUBLICIDADE

Governo de SP antecipa férias escolares em Fase emergencial mais restrita

Gabriel Kazuo

11 de março de 2021
Atualização:11 mar 2021 às 17:27

As aulas presenciais em todas as instituições de ensino de São Paulo foram suspensas nas próximas duas semanas, até o dia 28 de março, após decisão do Estado para combater a pandemia de Covid-19. A partir de agora, elas só podem funcionar por ensino remoto.

Essa é uma das 10 novas medidas que o Estado adotou para evitar o colapso no Sistema de Saúde, que já está em 87,5%. Além disso, atividades religiosas e competições esportivas também foram suspensas. As instituições de ensino só permanecerão abertas para a entrega de merenda, materiais didáticos e chips de internet para os alunos.

O Secretário Rossieli Soares ainda explicou que essa decisão antecipa o recesso da Semana Santa (em abril) e do Dia das Crianças (em outubro),  justamente para os dias em que o Estado irá adotar a Fase Emergencial, nos dias 15 à 28 de março.

Entretanto, Rossieli informou que instituições das redes municipais e privadas podem manter esses recessos já existentes mesmo assim, pois essa medida só serve para que crianças e jovens permaneçam o maior tempo possível dentro de casa.

“Recomendamos para todos os municípios e redes privadas que atividades sejam o mínimo possível. Só o que é necessário. Escola está autorizada, mas se ela [criança] puder ficar em casa e fazer à distância, faça à distância. A gente vai discutir isso com cada município para que antecipem recessos”, disse o secretário.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *