Globo afastada Renata Vasconcellos e usa covid-19 como desculpa

Redação

16 de julho de 2021
Atualização:16 jul 2021 às 20:58

Longe da bancada do Jornal Nacional, da TV Globo, por conta de uma gripe, Renata Vasconcellos, de 49 anos de idade, foi alvo de rumores de que teria sido contaminada com o novo coronavírus.

Para esclarecer uma possível fake news, a assessoria de impressa da jornalista enviou uma nota para a revista Quem negando: “Renata Vasconcellos estava se recuperando de um resfriado. Ela seguiu todos os protocolos de segurança e a previsão é que já retorne nos próximos dias”, dizia o comunicado.

Em junho, Renata e a irmã gêmea, Lanza Mazza, tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Afastada do “JN”, Renata está sendo substituída pela âncora Ana Luiza Guimarães.

William Bonner conta que Renata Vasconcellos ainda está com tosse e continuará afastada do Jornal Nacional

O apresentador William Bonner se pronunciou sobre a ausência de Renata Vasconcellos da bancada do Jornal Nacional. Em uma live nas redes sociais, ele contou que a colega pegou um resfriado e ainda não se recuperou totalmente. Assim, os diretores do telejornal decidiram mantê-la afastada por mais um tempo por causa dos protocolos contra a Covid-19.

“Ela ligou para dizer ‘Estou ótima, estou voltando hoje’, e tossiu. Não pode, o resfriado não passou totalmente. A gente tem um protocolo aqui segundo o qual enquanto você tiver sintoma do resfriado, da gripe, o que for, não volta. Você pode passar para alguém. Segundo, no momento em que a gente vive, quando alguém tosse, a primeira coisa que se pensa é ‘tem que fazer um exame de PCR’. E aí é uma trabalheira”, afirmou ele.

Logo depois, Bonner contou que ela pode voltar a trabalhar no sábado, mas nada está confirmado ainda.

Renatinha vai ter que esperar mais um dia. Como a gente está de plantão amanhã, pode ser que ela faça essa coisa esquisitíssima de passar a semana resfriada, melhora e volta a trabalhar no sábado. Se não tiver 100% amanhã, não vai fazer [plantão] amanhã. Mas acho que ela volta, sim. Já estava difícil controlar dona Renata ontem, imagina hoje! Eu não falei com ela, foi o nosso diretor direto. Eu não tenho mais condição de segurar Renata em casa, tem que ser de crachá lá pra cima“, finalizou.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *