Gestante de 25 anos moradora de Mairinque perde filho durante parto na Santa Casa de São Roque
PUBLICIDADE

Gestante de 25 anos moradora de Mairinque perde filho durante parto na Santa Casa de São Roque

Igor Juan

6 de novembro de 2019
Atualização:06 nov 2019 às 12:19

Mais um caso de morte de recém-nascido é registrado na Santa Casa de São Roque. Uma jovem de 25 anos de idade, moradora de Mairinque alega que perdeu seu filho após a realização de um trabalho de parto no Hospital da cidade.

O caso correu no início desta quarta (05). Os pais da criança que nasceu pesando 4 quilos, foram informando de modo repentino que a criança havia falecido às 7h30 de hoje.  

Assustados com a situação, os familiares buscam respostas do que possa ter ocorrido, já que a gravidez da jovem estava normal, sem qualquer situação que poderia interferir em risco ou saúde do recém-nascido.  Em contato com o Correio do Interior, os familiares informaram que os médicos que realizaram o atendimento de parto da jovem, não seguiram a recomendação do médico que fazia seu acompanhamento de gestação, no qual ele pedia que o trabalho de parto fosse feito em cesárea, mas a equipe médica da Santa Casa realizou o procedimento em ação normal. 

Ainda em detalhes, os familiares informaram que a gestação da jovem estava em 39 semanas e 6 dias, de seu primeiro filho, e que o médico que acompanhava em consultas pediu a sua internação na Santa Casa de São Roque na terça-feira, e que ela estava bem.

“Ela foi levada para o trabalho de parto, no começo da manhã desta quarta, e ficou cerca de 2 horas em atendimento com os médicos, para o nascimento da criança. O Bebê nasceu normalmente, mas pouco tempo depois fomos informados que ele havia morrido.” Disse a avó da jovem.

Avó da jovem disse que os médicos informaram ao marido de sua neta, que o cordão umbilical enrolou no pescoço da criança, o que causou a sua morte, além da criança ter nascido com problemas cardíacos.  

O caso deverá ser registrado na delegacia de São Roque. O Correio do Interior buscou contato com a direção do hospital para falar sobre o caso, mas não teve retorno até o fechamento desta matéria (12h13). 

 

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *