Fase de Transição é prorrogada em São Roque e Sorocaba
PUBLICIDADE

Fase de Transição é prorrogada em São Roque e Sorocaba

Gabriel Kazuo

7 de maio de 2021
Atualização:07 maio 2021 às 14:11

A Fase de Transição do Plano SP foi prorrogada em São Roque e Sorocaba para até o dia 23 de maio. Essa decisão foi tomada após um impasse entre o Governo Estadual e o Centro de Contingência da Covid-19 sobre o que poderia ser feito. Nas reuniões entre ontem e hoje, as duas partes chegaram a um consenso sobre o que seria decidido.

Essas concessões de ambas as partes fizeram com que algumas regras nessa Fase mudassem. Se por um lado, o Governo aceitou a ordem de manter o Estado inteiro, incluindo Sorocaba e São Roque na fase atual, por outro lado, o Centro de Contingência aceitou que algumas mudanças sejam feitas, que são as seguintes:

  • Capacidade de ocupação de shoppings, comércio, restaurantes, lanchonetes, academias salões de beleza, e setor de lazer, além de igrejas e templos religiosos passou de 25% para 30%; 
  • Toque de recolher foi adiantado das 21h até às 05h; 

Todos os serviços que já foram liberados devem respeitar essas regras e seguir os protocolos sanitários, abrindo às 05h, e fechando às 21h. 

Também foi anunciado, na entrevista coletiva desta sexta-feira (07), que deficientes e pessoas com comorbidades de 50 a 54 anos podem tomar a vacina da Covid-19 no dia 14 de maio. Vale lembrar que os deficientes que irão tomar a vacina terão que apresentar o registro do Benefício de Prestação Continuada, para tomar a vacina.

A próxima reclassificação do Estado será no dia 23 de maio, onde o Estado espera enviar todas as regiões paulistas para a Fase Laranja, que não tem nenhuma mudança em relação à Fase de Transição, mas que permite uma flexibilização maior na capacidade de lotação dos setores já abertos.

Durante toda a quinta-feira (06), houve um impasse muito enorme do que seria feito do Plano SP nas próximas semanas. Por um lado, o Governo Estadual entendeu que os números da pandemia estavam melhores, permitindo uma flexibilização do isolamento social maior, mas o Centro de Contingência da Covid estava receoso quanto a isso, pois entendeu que se liberar a reabertura do comércio e demais serviços para 40%, todo o esforço conquistado nas Fases Emergencial e Vermelha poderia ser perdido.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *